«FIFA 19» - Wintech

A cada ano que passa a Electronic Arts tem como objetivo continuar a conseguir ganhar “pontos”, algo que tem vindo a ser difícil, mas que graças ao poder criativo da empresa tem conseguido mesmo superar as expetativas, adicionando recursos capazes de continuar a dinamizar o título e a fazer rejubilar de alegria os seus fiéis seguidores.

O jogo FIFA está assim de regresso com mais uma edição daquele que é, para muitos, considerado o melhor simulador de futebol. Em FIFA 19 são inúmeras as novidades e onde o principal destaque vai para a integração da “Liga dos Campeões”. Tal como a chegada a Portugal dos canais Eleven Sports que “roubaram” os direitos de transmissão à Sport TV, a EA, e o “FIFA 19” conseguiu adquirir os direitos de utilização da famosa Liga dos Campeões, tirando assim esse grande trunfo ao seu maior rival, o PES.

Os jogadores podem viver intensamente toda a história em torno desta competição podendo levar a sua equipa a disputar desde a fase de grupos até à ilustre partida final, ou jogar partidas personalizadas, escolhendo o clube europeu a disputar. Além desta novidade, também a Liga Europa e Supertaça Europeia passaram a ser um exclusivo deste título da Electronic Arts. 

 

Jogabilidade

A EA decidiu dar continuidade à história vivida pelo “craque” Alex Hunter que, neste capítulo final, pode ser alternada com outras personagens da “saga” de “A Caminhada”: Kim Hunter e Danny Williams juntam-se às opções que o jogador poderá experienciar enquanto personagem da história de Alex Hunter.

As histórias dos três protagonistas acabam por se unir, o que permitirá jogar em simultâneo e mudar de personagem. No modo história de FIFA 19, Alex, Kim e Danny poderão também cruzar-se com jogadores profissionais como Neymar Jr., Alex Morgan, Paulo Dybala, Kevin De Bruyne entre outros.

Os três jogadores já tiveram sucesso nas suas carreiras, mas nesta nova edição surgirão novos desafios:

- Enquanto estrela principal de "A Caminhada", Alex Hunter viveu a sua carreira como uma montanha russa nas duas primeiras edições. Depois de assinar com o clube que escolheu na Premier League, Alex foi emprestado para a Championship, passou meia temporada na Major League Soccer e voltou para a Europa para jogar com uma das maiores equipas do continente. Mas n’A Caminhada: Campeões, Alex finalmente realizará o seu sonho: assinar pelos blancos, o Real Madrid.
- O Alex conheceu Danny durante os treinos de captação na National Football Academy... mas tiveram alguns conflitos. Tornaram-se colegas de equipa na Segunda Divisão até, a dada altura, se tornarem amigos. Quando Alex partiu para LA, Danny voltou ao seu antigo clube para cobrir a partida do amigo. Mas há um pequeno problema: Hunter regressa e Danny tem que lutar pelo seu lugar no clube.
- Kim Hunter é uma jovem futebolista com o sonho de chegar ao topo do futebol feminino. É também a meia-irmã de Alex. Conheceram-se pela primeira vez quando Alex se foi para o LA Galaxy, graças ao seu pai. Pouco depois, Kim conseguiu um lugar na seleção dos Estados Unidos. Agora Kim está pronta para levar a sua carreira para outro nível n’A Caminhada: Campeões, com a convocatória para o Mundial de Futebol feminino.

 

Dando continuidade ao que tem vindo a ser preocupação por parte da EA, a empresa melhorou e refinou muitas das animações, em particular fora do campo de jogo e dando particular atenção ao público que, há uns anos, parecia estático, apresentando-se em FIFA 19 muito mais real.

Além do que foi feito no “exterior” do relvado, a EA melhorou também os movimentos apresentados pelos atletas, com uma maior fluidez de movimentos. Resumidamente, e neste campo, a jogabilidade pouco foi modificada, sendo que é notória uma melhoria nas movimentações dos jogadores, do ambiente envolvente e uma inteligência artificial melhorada. 

A EA integrou o sistema Active Touch, um sistema que altera a forma de como os jogadores recebem e rematam a bola, algo que, para quem não está muito familiarizado com o título, poderá denotar algumas dificuldades de adaptação, porém o objetivo da EA é só um: tornar o título mais personalizável exigindo uma maior perícia aos seus jogadores. Outra das novidades (ou tecnologias) que a EA incluiu no jogo é o Timed Finishing, ou seja, um modo de remate que sempre que seja iniciado um remate, seja em bola corrida, ou depois de um passe ou cruzamento, ao ser pressionado o botão de remate uma vez, seguido de uma segunda vez mesmo antes do jogador tocar na bola, que ao ser feito com o timing correto, fará o remate sair com maior potência e mais preciso, porém, caso não seja feito da melhor forma poderá levar o remate a ser fraco ou muito torto…Felizmente (para muitos) que este modo pode ser desativado e assim facilitar a vida a quem é um jogador mais casual.

 

Uma das grandes novidades que FIFA 19 possui é o novo sistema de táticas, que permite ajustar com maior facilidade o comportamento das equipas, ou seja, passa a ser possível definir os momentos em que a equipa deve pressionar o adversário, como a defesa pode atuar perante determinada situação de jogo, entre muitas outras opções que, claro está, pretendem dar maior realismo e dinâmica ao simulador de jogo.

Quem joga a FIFA há algum tempo sabe que pode recorrer ao D-Pad para definir determinada postura por parte da equipa em tempo real, nomeadamente o Muito Defensivo, Defensivo, Neutro, Atacante, e Muito Atacante, no entanto, em FIFA 19, passa a ser possível personalizar, precisamente, o que cada um deste tipo de “mentalidade” faz, ou seja, o jogador pode alterar a sua tática de jogo, a forma como a equipa pressiona, entre outras opções mais “táticas”.

A EA introduziu um novo nível de controlo de bolas aéreas, sendo que que agora é possível levantar a bola com facilidade, dar toques de cabeça, controlar a bola com o peito, e fazer uma série de habilidades que fazem FIFA 19 chegar a outro patamar, no entanto, uma das críticas, e que também denotamos nas primeiras horas em que jogámos, tem sido o facto de ser extremamente fácil fazer pontapés de bicicleta. Aquilo que nas versões anteriores era feito apenas por alguns especialistas, passa a ser uma coisa tão banal como, por exemplo, marcarem um golo desta forma, dentro da pequena área, na sequência de um pontapé de canto… Seja na defesa, seja no meio campo ou no ataque é “vulgar” fazer este tipo de acrobacia. Acreditamos que estas críticas possam chegar à EA e corrigir este ponto, sob pena de estar a transformar o jogo num modo “arcade” ao nível de PES…

Modos de jogo

Como referimos, uma das bandeiras deste novo FIFA é a continuidade da história de Alex Hunter, com a continuação do modo de jogo “A Caminhada”.  Neste modo, vemos a chegada de Alex Hunter ao Real Madrid, culminando assim a sua bem-sucedida carreira no campeonato inglês e onde, agora, é convidado a disputar a Champions. Ao longo da história vamos sendo brindados com algumas ofertas que podem ser usadas num dos modos de jogo mais apreciado, o FIFA Ultimate Team.

Os modos de jogo de FIFA 19 sofreram também algumas novidades, começando pelo Kick-Off Clássico, onde o jogador pode optar: o UEFA Champions League, House Rules, Best of Series, Home & Away, e Cup Finals.

O modo mais falado tem sido Survival, onde sempre que a equipa que marca um golo acaba por perder um jogador. Outros dos modos de jogo apenas permite, por exemplo, fazer golos de fora da área, outro só permite golos com a bola no ar, e até existe a possibilidade de jogar sem regras.

Este novo modo de Kick Off é, sobretudo, um modo de jogo muito divertido para, por exemplo, quando tem amigos ou familiares em casa, permitindo boas risadas.

 

O modo de Carreira poucas alterações teve em relação ao que era apresentado em FIFA 18, mantendo-se o modo de negociações na altura em que é necessário contratar um jogador para o nosso plantel, apresentando sequências cinemáticas interativas, onde somos levados, numa primeira instância, até aos escritórios parra reunir com os responsáveis do clube de jogador e tentar chegar a um acordo para realizar a transferência. Depois, caso esta primeira fase seja bem conseguida, temos de nos reunir com o agente do jogador e com o próprio atleta com o intuito de discutir pormenores relacionados com o vencimento, anos de contrato, cláusula de rescisão e até um premio de assinatura, ou seja, estamos perante um processo muito mais refinado neste campo e que acaba por dar ainda mais realismo e interesse ao título. Apesar desta introdução, não é obrigatório que este procedimento seja levada a cabo em todas as negociações, pois temos sempre a opção de delegar a um adjunto essa tarefa…

Ainda neste campo de transferências, a Electronic Arts foi ainda mais longe e torna-o ainda mais real sendo que, mesmo após o término do normal período de transferências que, como se sabe, termina por norma a 31 de Agosto, é possível que vejamos os nossos atletas a serem aliciados pelos clubes russos que tem um período mais alargado para realizarem contratações. O sistema de notícias futebolísticas mantem-se igualmente, onde é possível, por exemplo, ver as novas contratações a realizarem uma conferência de imprensa e vestirem a camisola do novo clube.

 

O conceito do FIFA Ultimate Team, mantêm-se sem grandes alterações, sendo que houve, novamente, um refresh nos Icons (leia-se jogadores reformados e que foram grandes craques do mundo do futebol e que podem ser integrados em qualquer plantel criado neste FUT) onde, este ano, recebem nomes sonantes de outrora como Rivaldo, Johan Cruyff e Eusébio, entre muitos outros ícones do mundo do futebol.

O FIFA Ultimate Team passa a ter um novo modo : o Division Rivals que, na realidade, substitui as Temporadas Online. Os jogadores poderão descobrir a sua posição na Comunidade de FUT, enfrentando outros jogadores da mesma divisão, com o objetivo de conseguir recompensas semanais de forma mais justa e equilibrada.

Gráficos e Som

A EA, tal como já referimos, tem vindo ao longo dos últimos dois anos, a dar também grande destaque aos efeitos visuais dando principal primazia aquilo que se passa além terreno de jogo, ou seja, as animações por parte do publico, as animações antes dos jogos, que acabam por complementar a ação dentro de campo onde os jogadores se apresentam com maior desenvoltura e mais perto da movimentação real.

As faces dos jogadores pertencentes aos principais campeonatos foram alvo de uma “revisão” profunda sendo que facilmente é possível identificar os “craques” mais conhecidos. Se por um lado temos jogadores desenhados com um alto nível de detalhe, o mesmo não se pode dizer aos jogadores que representam, por exemplo, os “grandes” do nosso campeonato. Isto para não falar da falta de licenciamento por parte de alguns clubes do principal campeonato Português (talvez por culpa da Konami que adquiriu os direitos de utilização dos clubes no jogo PES).

 

A Electronic Arts incluiu ainda alguns novos estádios e que lhe conferem ainda maior realismo a FIFA 19 como é o caso do Estádio do Cardiff, Estádio do Tottenham, Iduna Park e, praticamente, todos os Estádios da Liga Espanhola.

No que ao som diz respeito, não poderemos deixar de abordar a banda sonora que, em FIFA 19, além de muitos dos músicos mais conhecidos da atualidade teve também a mão de um dos maiores compositores de bandas sonoras e de renome mundial: Hanz Zimmer (responsável pela banda sonora de alguns filmes como, por exemplo, Rei Leão, Gladiador” ou a trilogia de “O Cavaleiro das Trevas”). A música de Hans Zimmer serviu de base ao derradeiro episódio de Alex Hunter.

 

Não podemos deixar de destacar a continuidade dos emblemáticos Martin Tyler e Alan Smith que, este ano, são também acompanhados por outros senhores do futebol inglês e que estão, em FIFA 19, responsáveis por comentar os jogos da Liga dos Campeões, falamos de Derek Rae e Lee Dixon. 

Finalmente, não podemos deixar de referir, é ainda possível por os comentários do jogo em Português (ainda que do Brasil), sendo que, este ano, a Electronic Arts permite descarregar novos idiomas “in game” como um extra ao jogo, e de forma gratuita. Assim, quem quiser, pode sempre descarregar os comentários noutros idiomas além dos que vem nativamente no jogo, e onde se inclui os comentários em Português, do Brasil…

Conclusão

Apesar das melhorias que, ao que parece, PES tem vindo a sofrer nos últimos anos, FIFA 19 continua a caminha calmamente no topo dos simuladores de jogos de futebol. Em FIFA 19 destaque para a grande “bandeira” da EA para este ano com a inclusão das principais competições da UEFA (Champions, Europa e Supertaça) assim como a inclusão de novos modos de jogos mais divertidos e, em particular, direcionados para momentos mais casuais.

A jogabilidade que foi melhorada com novos modos de passe e remate, acaba apenas por ser penalizada pela “banalização” do pontapé de bicicleta que, no nosso entender, poderá ser facilmente reajustada com o lançamento de uma atualização, pois esta característica pode tornar um FIFA mais PES e dessa forma mais árcade sob pena de o poder tornar menos real…

O final da história de Alex Hunter que chega ao Real Madrid e a continuidade de um dos modos de jogo mais apreciado como é o caso do Ultimate Team prometem oferecer muitas horas de entretenimento.

Para terminar, e porque parece que a EA ouviu as nossas críticas, destacamos o facto de ser possível aos jogadores descarregarem novos idiomas para os comentários, onde se inclui o Português (ainda que do Brasil). Desta forma fica “aberta” a porta para que num futuro próximo possamos ter, por exemplo (e fica a sugestão, EA, de Luis Freitas Lobo ou Helder Conduto), os comentários em Português de Portugal.

Resumindo (e baralhando), FIFA 19 está a um nível superior ao que foi apresentado no ano passado. A margem não é muito grande ao nível da melhoria e inovação, no entanto, os criativos da EA continuam a fazer um trabalho fora de série e alicerçar este título bem no topo de jogos simuladores de futebol. Um título obrigatório, e recomendado, para todos os amantes do futebol virtual e do futebol real.

FIFA 19 está disponível em toda a sua plenitude em consolas PlayStation 4, PlayStation 3, Xbox One, Xbox 360, Nintendo Switch e PC.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 526 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top