A Razer, marca conhecida no mundo Gaming, continua a ser uma das marcas em maior destaque neste segmento, muito por “culpa” da sua qualidade, fiabilidade e inovação que constantemente integra nos seus produtos.

Um dos produtos mais recentes lançados pela marca é o teclado BlackWidow X Chroma, um teclado mecânico que se assemelha ao antecessor BlackWidow e que possui também opções de personalização, baseadas em 16.8 milhões de cores. Este teclado possui a tecnologia de interruptores mecânicos e teclas com iluminação individual. Por esta e por outras razões, é com naturalidade que a linha de produtos BlackWidow é uma das linhas de teclados referencia junto dos gamers.

 


Antes de avançarmos com esta análise ao design, desempenho e outros aspetos do Razer BlackWidow X Chroma, vamos apresentar as suas caraterísticas técnicas:

• Switches Mecânicos Razer™ com 50 g de força de atuação
• Durabilidade de 80 de cliques
• Retroiluminação Chroma personalizável com 16.8 milhões de opções de cor
• Teclas retroiluminadas individualmente
• Construção do topo em metal de classe militar
• Compatível com Razer Synapse
• Anti-ghosting de 10 teclas
• Teclas totalmente programáveis com gravação de macros em tempo real
• Opção de modo Gaming
• Caminhos para gestão do cabo
• Ultrapolling de 1000 Hz
• Cabo de fibra trançada

 

youtube.com/watch?v=meuN_rncjlk


Design

Apresentado como uma versão minimalista do BlackWidow original, o BlackWidow X surge com dimensões mais pequenas devido à remoção da cobertura protetora no topo do teclado. Ainda assim, e apesar de ser uma versão “light” do BlackWidow original, possui um design bastante robusto e pesado fruto da sua conceção em metal de classe militar, algo que pode servir como dissuasor na altura de transportar o teclado em torneios de jogos, ainda assim, o facto de este ser um teclado pesado, torna-o mais robusto e estável quando comparado com outros teclados, em particular aqueles que são baseados em plástico e de qualidade mediana.

Também foram removidas as cinco teclas de macro que encontramos no lado esquerdo do BlackWidow original. Estas ligeiras alterações permitem à Razer estabelecer preço de venda mais baixo. Outro aspeto que não passa despercebido é o ruído produzido pelas teclas, que se torna algo incómodo quando temos de escrever texto ou jogar com mais intensidade. Esta questão é particularmente incómoda durante a noite ou quando se usa este periférico num ambiente familiar.

Todo em preto, o BlackWidow X Chroma atinge o seu auge quando é ligada a reatroiluminação. Existem vários padrões e opções de iluminação, que utilizam 16.8 milhões de cores para dar vida ao teclado. Desde a onda que percorre o teclado com todas as cores, a uma configuração mais estática com diferentes níveis de iluminação, são praticamente infinitas a possibilidades de personalização que o BlackWidow X Chroma oferece.


Sem qualquer apoio para as mãos, o teclado possui uma inclinação natural que favorece o posicionamento dos dedos, e que pode ser aumentada se puxarmos para fora os dois pés localizados na parte de baixo do teclado.

O BlackWidow X Chroma possui um layout QWERTY e um teclado numérico do lado direito, no entanto, tal como o BlackWidow original, este também não está disponível com layout português.  

O cabo, com interface UBS,é revestido por fibra trançada o que lhe oferece uma maior resistência e durabilidade.


{gallery.start}{gallery.end}


Desempenho

Depois de ter utilizado na edição de 2013 as populares teclas mecânicas Cherry MX, que são também a escolha de outras marcas para os seus teclados mecânicos, a Razer desenvolveu o seu próprio mecanismo para o Razer BlackWidow Ultimate 2014, mantendo-o no BlackWidow X Chroma. Segundo a Razer, as suas teclas mecânicas possuem a distância de atuação ideal, oferecendo maior uma velocidade e capacidade de resposta. Para além disso, o novo mecanismo foi projetado para suportar até 80 milhões de toques, um pouco acima dos 50 milhões oferecidos pelas teclas Cherry MX.

Na nossa experiência de utilização, consideramos que o BlackWidow X Chroma é mesmo um teclado dá prioridade aos jogos, e só depois vem a escrita. Não nos foi, obviamente, possível testar a sua durabilidade, mas a velocidade e capacidade de resposta referidas pela Razer, são uma realidade.

Testámos o teclado em alguns jogos diferentes, incluindo um FPS, um MMORPG e um jogo de futebol, e a nossa prestação não melhorou como que por magia. No entanto, sentimos que o teclado é, sem dúvida, bastante rápido e preciso a registar a nossas ações, e a sua capacidade de registar até 10 teclas ao mesmo tempo pode oferecer uma grande vantagem nos jogos onde existem mais controles. Para além disso, a retroiluminação, elevação e espaço entre teclas, garantem que não é por causa do teclado que falhamos uma ação.

 

{gallery.start}{gallery.end}

 

Software

Como qualquer outro periférico da marca Razer, a personalização do teclado BlackWidow Chroma passa pela utilização do Razer Synapse 2.0. Através deste software, que é instalado automaticamente quando ligamos pela primeira vez um periférico Razer, podemos personalizar e atribuir, de forma individual, funções a cada uma das teclas do BlackWidow Chroma, assim como definir a intensidade e modo da retroiluminação, ligar/desligar e alterar algumas opções do modo de jogo, e também gravar macros. O software Razer Synapse 2.0 deteta ainda se existem novas atualizações de firmware e instala-as nos periféricos. 


Lançado a partir do Razer Synapse 2.0, temos ainda o Chroma Configurator, um software que adiciona opções de personalização adicionais à retroiluminação RGB do Razer BlackWidow X Chroma. O configurador avançado Chroma permite-nos definir as nossas próprias zonas de teclas, personalizar cada efeito luminoso e adicionar múltiplas camadas para cada uma das zonas no Razer BlackWidow X Chroma.


{gallery.start}{gallery.end}


Conclusão


O teclado mecânico BlackWidow X Chroma pode ser encontrado em diversas lojas por um valor a rondar os 170€. Este preço é um pouco abaixo do que é pedido pela versão original do BlackWidow, o que o torna bastante interessante para o publico alvo a que é dirigido. Os argumentos de ser um periférico com qualidade acima da media, durável e inovador justificam o investimento.

A personalização que o software Razer Synapse permite tornam este teclado único e diferenciador.

Com tantos adjetivos capazes de descrever este equipamento apraz-nos dizer que um gamer que se “preze” fará questão de ter um destes teclados pois certamente vai fazer grande sucesso junto da sua comunidade.

 

 HomePage : Razer BlackWidow X Chroma

Classifique este item
(0 votos)
Ler 2218 vezes Modificado em maio 10, 2016

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top