Apesar de todos os esforços que se têm dado para sair da crise atual, o COVID-19 mantém-se como o epicentro da atualidade informativa, algo que os cibercriminosos estão a aproveitar para lançar campanhas de ataques maliciosos. Durante os primeiros quinze dias de Maio, os investigadores da Check Point® Software Technologies Ltd. , fornecedor líder global de soluções de cibersegurança, detetaram 192 000 ciberataques semanais relacionados com a pandemia. Estes dados pressupõem um aumento da atividade em 30% comparando com as semanas anteriores e, nesta nova onda de ataques, os cibercriminosos continuam a apostar no phishing como principal vetor de ciberameaça, desta feita fazendo-se passar pela Organização Mundial de Saúde (OMS), pela ONU ou empresas privadas e aplicações como Zoom, Microsoft Team ou Google Meet.

O último relatório da Kaspersky sobre os ataques DDoS revela que o número total destes ataques aumentou ao longo dos primeiros três meses do ano, registando um pico significativo em sites municipais e educativos. Este aumento poderá estar relacionado com o facto de os hackers estarem a tirar partido do contexto atual, no qual as pessoas passam mais tempo confinadas em casa e estão muito dependentes dos recursos digitais.

A pandemia COVID-19, que teve origem no primeiro trimestre de 2020, originou uma mudança significativa em quase todas as atividades – educação, trabalho ou lazer – que acabaram por migrar para o online. A procura crescente pelos recursos digitais tornou-se uma oportunidade para os hackers, que dirigiram os seus ataques a serviços online essenciais ou a plataformas que têm vindo a ganhar popularidade. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos do Governo dos EUA, uma cadeia de hospitais em Paris e os servidores de um jogo online foram alguns dos alvos dos ataques DDoS ao longo dos meses de fevereiro e março.

José Ferreira, docente do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), foi recentemente distinguido com uma Menção Honrosa no âmbito da 29ª edição do Prémio Inovação Jovem Engenheiro, promovido pela Ordem dos Engenheiros – Região Sul, por uma investigação desenvolvida na NASA, agência espacial dos Estados Unidos. O júri, composto por diversas personalidades de relevo na área da Engenharia, reconheceu assim o mérito técnico-científico, bem como o carácter inovador e a aplicabilidade, do trabalho “Análise de Imagens por Inteligência Artificial para Medições Angulares em Túneis de Vento”. Uma nova ferramenta que, segundo o investigador, “permite o acesso com custos reduzidos a um método de medição consideravelmente preciso para ensaios em túneis de vento, que são, por natureza, de elevada complexidade e muito dispendiosos”.

O último relatório da Kaspersky, Taking care of corporate security and employee privacy: why cyber-protection is vital for both businesses and their staff, destaca o "lado humano" dos incidentes de cibersegurança ao avaliar o desconforto e as perdas que os colaboradores enfrentam devido às violações de dados. Segundo esta investigação, cerca de um terço dos trabalhadores das empresas (30%) que estão envolvidos nas consequências destas ameaças falharam eventos pessoais importantes, tiveram de trabalhar durante a noite (32%) ou sofreram stress adicional (33%), enquanto um quarto teve mesmo de cancelar as suas férias (27%). Embora o risco de violação de dados seja uma constante, as organizações precisam de manter sob controlo a segurança dos seus dados, para que estes incidentes não afetem negativamente a conduta dos colaboradores e a reputação da empresa - especialmente durante a pandemia COVID-19. 

A Check Point® Software Technologies Ltd. , fornecedor líder global de soluções de cibersegurança, descobriu o Naikon, um grupo chinês APT que já leva 5 anos de atividade maliciosa ao realizar operações de ciberespionagem contra vários governos da região Ásia-Pacífico. O grupo Naikon reconheceu em 2015 a autoria de vários ataques contra organismos governamentais e outras organizações de países situados na região do Mar da China, com o objetivo de aceder a informação política confidencial. No entanto, este grupo parecia ter cessado a sua atividade ainda no mesmo ano, mas foi somente aparência, pois os investigadores da Check Point descobriram que o grupo não só se manteve ativo durante os últimos cinco anos, como também aumentou o número de ações de ciberespionagem durante todo o ano de 2019 e primeiro semestre de 2020.

A empresa holandesa Fairphone criou “um telemóvel mais justo para um mundo mais justo” e acredita que “mudar está nas nossas mãos”, literalmente. O Fairphone 3, um smartphone 4G modular, está à venda a partir desta sexta-feira, 8 de maio, exclusivamente na NOS.

Concebido a pensar nas pessoas e no planeta, o Fairphone é considerado o smartphone mais sustentável do mercado por garantir a utilização de materiais reciclados e justos, uma produção responsável, um menor impacto ambiental e uma durabilidade superior.

A TP-Link, fabricante líder de soluções de conetividade para empresas e consumo, apresenta o seu novo extensor de rede Wi-Fi RE505X para expandir a cobertura de redes de última geração em casa. Equipado com tecnologias wireless Wi-Fi 6 e OneMesh™, o RE505X converte-se na opção ideal para os utilizadores que necessitam da melhor ligação Wi-Fi em casa.

Dotado da mais avançada tecnologia sem fios Wi-Fi 6, o RE505X proporciona velocidades mais elevadas (1200 Mbps na banda de 5GHz e 300 Mbps na de 2,4GHz), maior capacidade e uma acentuada redução na latência.

Pág. 5 de 3181

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top