Fez recentemente um ano que pela primeira vez Portugal teve um resultado de Covid-19 positivo.

Ainda longe de se ter ultrapassado a crise, este tem sido sobretudo tempo de “enterrar os mortos e cuidar dos vivos”, dirigindo atenção para o combate no plano sanitário para mitigar os efeitos da doença provocada pelo novo coronavírus.

A economia portuguesa foi abalada pela crise e a pandemia da Covid-19 teve um impacto gigante nas empresas. Muitas empresas fecharam, o desemprego cresceu e os efeitos a médio e longo prazo ainda estão para ser estudados devidamente.

A crise teve o condão de fazer com que a “necessidade aguçasse o engenho” no nosso país.

Muitas empresas tiveram capacidade para suportar o embate da pandemia e adaptaram-se aos tempos, acelerando o seu crescimento alinhando-se com as tendências que já se verificavam no período de pré-pandemia.

Uma destas é o e-commerce. O crescimento das vendas online foi um marco deste último ano e o comércio eletrónico veio para ficar. E há boas notícias nesse setor.

Pelas necessidades criadas pelas circunstâncias, a pandemia deu um boost ao crescimento digital das empresas e, especificamente, ao comércio online. Dentro desse contexto, os pagamentos eletrónicos e envio de encomendas são centrais.

Um estudo levado a cabo pela IPSOS para o PayPal noticiado pelo Expresso apresenta uma análise reveladora, indicando que 70% dos consumidores portugueses considera o fator” tempo de entrega” dos produtos comprados online como fundamental.

O estudo teve como base 2.000 inquéritos, tendo sido integrado num estudo levado a cabo em mais de uma dezena de países europeus em maio do ano passado.

Nova plataforma reúne pagamentos e envios a pensar nos pequenos negócios

A boa notícia chega na forma da solução que responde a essa realidade efetiva e dá pelo nome de PayPal Commerce Platform.

Procura combinar eficácia nas entregas à eficiência nos pagamentos, unindo a PayPal à Packlink nos mercados italiano, espanhol e português.

A solução foi desenhada pela Packlink e operacionalizada pelas duas empresas. Representantes das duas empresas já comentaram a parceria, em declarações citadas por vários meios online.

O britânico Ben Askew, cofundador e CEO da Packlink, declarou estar entusiasmado com o apoio que esta solução vem dar às empresas.  “Esta cooperação marca uma conquista significativa na nossa missão compartilhada de ajudar os comerciantes online a crescerem, oferecendo-lhes as melhores ferramentas possíveis para manterem a sua atividade.” A Packlink é uma empresa que tem uma plataforma que agrega, entre outros serviços, o envio de encomendas e serviços de transportadora de grandes volumes.

Miguel Fernandes, Head of Business da PayPal para Portugal, também se mostrou confiante nesta parceria estratégica. “Esta nova cooperação com a Packlink faz parte do nosso esforço para expandirmos o nosso apoio aos pequenos negócios, nestes duros tempos de mudança. Ir ao encontro das necessidades dos comerciantes, proporcionando-lhes uma experiência de envios mais fácil, sem problemas e altamente personalizável é um novo passo para com o compromisso que assumimos através do lançamento da PayPal Commerce Platform – uma solução abrangente desenhada para servir as necessidades das empresas, alavancando a nossa rede mútua, ligando os comerciantes a mais de 350 milhões de clientes PayPal em todo o mundo, e em muitas plataformas e mercados.”

A PayPal Commerce Platform procura de ir encontro às empresas de pequena e média dimensão que procuram crescer no negócio digital em contexto de crise, tornando possível operacionalizar um pacote de pagamentos digitais e soluções comerciais para impulsionar as empresas neste cenário difícil.

Atua com várias valências: aceitação e realização de pagamentos eletrónicos, gestão de riscos, crescimento acelerado e operações em “streamlining”.

A PayPal Commerce Platform apresenta possibilidades de poupança reais a cada envio de encomenda, porque beneficia das tarifas acordas pela Packlink com os serviços de envio de encomendas e onde se encontram serviços de transportadora de grandes volumes como a UPS, DHL, GLS, DPD Group, TNT, etc.

Ao integrar as operações de pagamento e envio de encomendas, a plataforma permite garantir simplicidade de processos, eficácia e segurança com o selo de qualidade de duas das maiores empresas do mundo nos seus respetivos setores.

A transição digital está a acontecer permanentemente. A pandemia da Covid-19 trouxe urgência a essa transição. As vendas online são, atualmente, parte do dia a dia de milhões de cidadãos e empresas por todo o mundo.

Combinar o melhor dos pagamentos eletrónicos com o melhor dos envios de encomendas através de uma integração é um input bem-vindo pelas empresas e que é particularmente importante no contexto de crise que ainda se vive.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 164 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Apoiamos

Gled Agra X Streamer @ Facebook

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top