A Check Point Research (CPR), área de Threat Intelligence da  Check Point® Software Technologies Ltd., fornecedor líder especializado em soluções de cibersegurança a nível global, alerta para o crescente número de ofertas falsas na Darknet relacionadas com a pandemia do coronavírus. De acordo com os investigadores, o número de anúncios de venda das supostas vacinas contra a COVID-19 aumentou 300%, nos últimos três meses. Além disso, a atividade deste tipo estendeu-se também aos certificados de vacinação e a resultados negativos de testes à COVID-19, com a promoção de ofertas especiais “compre 3, pague 2” ou versões DIY de certificados, gerados em 30 minutos por apenas 25 dólares.

A Darknet corresponde a uma parte da Internet invisível para os motores de busca, na qual se trocam recursos ilícitos, como números de cartões de crédito roubados, drogas, ciberarmas, softwares maliciosos que permitam aceder a computadores alheios e, mais recentemente, serviços relacionados com o coronavírus. A janeiro de 2021, a Check Point reportou as centenas de anúncios na Darknet que propunham a venda de vacinas. Agora, além deste número ter triplicado, ultrapassando já os 1200 anúncios, encontram-se também outras ofertas que prometem certificados de vacinação falsos ou resultados negativos de testes à COVID-19.

A Darknet está repleta de atividade relacionada com as vacinas, vende todo o tipo de certificados relacionados com o coronavírus: testes, certificados de vacinação e – claro – as supostas vacinas de qualquer fornecedor,” começa por explicar Oded Vanunu, Head of Product Vulnerabilities Research na Check Point. “Os cibercriminosos estão a tentar capitalizar o interesse tanto do público que anseia a vacina como daqueles que procuram evitá-la. É imperativo que as pessoas compreendam que entrar em qualquer uma destas transações é extremamente arriscado, porque os hackers querem essencialmente extrair informação pessoal. Também recomendo veementemente todas as pessoas a não partilharem certificados de vacinação nas redes sociais, já que estes podem muito bem chegar à Darknet de alguma forma,” termina o responsável.

Uma grande variedade de vacinas contrafeitas está a ser vendida na Darknet por preços a começar nos 500 dólares. Desde janeiro deste ano, este tipo de ofertas aumentou 300%, com o número de anúncios a exceder os 1200. 

 

Classifique este item
(0 votos)
Ler 162 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Apoiamos

Gled Agra X Streamer @ Facebook

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top