No final deste mês, mais concretamente no próximo dia 29, acontece a Black Friday, um fenómeno tipicamente americano que marca o início da temporada de campanhas de marketing, saldos e promoções natalícias e que já foi adotada em força também em Portugal. Os especialistas em cibersegurança da S21sec, a maior empresa Pure Player de serviços de cibersegurança da Península Ibérica, alertam para o elevado nível de cibercrime que se prevê para esta data e adotaram o termo “Attack Friday” para criar uma maior consciencialização nos consumidores no momento de fazerem as suas compras online.

Segundo todos os indicadores, prevê-se um aumento de aproximadamente 30% no que se refere aos crimes digitais, já que os atacantes tentarão aproveitar qualquer descuido dos consumidores, inundados em muitos casos por um enorme número de ofertas e promoções, para instalar malware nos seus dispositivos e roubar informação bancária. Mais concretamente, os cibercriminosos usarão principalmente técnicas de phishing, enviando emails com grandes descontos em nome de empresas e lojas online legítimas para incitar os utilizadores a abrir as mensagens de email.

“À medida que esta temporada se aproxima, queremos alertar os utilizadores a estarem cientes de eventuais esquemas e campanhas maliciosas. Ficar em alerta máximo durante esta temporada e conhecer o modus operandi de grupos criminosos pode impedir que os utilizadores comuns e organizações sejam vítimas desses esquemas. Todos os anos, observamos um aumento de atividade relativo a lojas e anúncios falsos via Spam em épocas como o ThanksGiving, Black Friday e Cyber Monday, de modo a apelar ao espírito consumidor dos utilizadores e levá-los a inadvertidamente partilhar dados bancários ou instalar Malware nos seus computadores.  destaca Nuno Freitas, especialista de Cyber Threat Intelligence e Malware Analyst da S21sec.“Os consumidores – prossegue o mesmo responsável – têm que estar plenamente consciencializados para esta problemática e tomar certas medidas básicas: suspeitar, por exemplo, de emails recebidos com grandes ofertas, ignorar os emails de remetentes desconhecidos e, claro, não preencher formulários nem dar dados pessoais por muito atrativo que seja o que nos oferecem em troca”.

Além disso, os especialistas alertam para o efeito “bola de neve” que se pode criar quando essas promoções ou cupões de descontos falsos são partilhados por muita gente entre os seus contactos digitais. Esta eficácia aumenta quando as supostas ofertas são reenviadas através de grupos do Whatsapp, pelo elevado impacto e alcance da aplicação.

Cuidado com as faturas falsas

Os peritos em cibersegurança aconselham ainda um especial cuidado com o phishing que é feito através do envio de faturas por um produto que não foi comprado ou que mostram quantias exorbitantes de cobrança. Este é o caso de alguns serviços, como gás ou eletricidade, que em tempos mais frios costumam aumentar de consumo nos lares portugueses, assim como os serviços de voz móvel, pois é um período em que as pessoas contactam mais frequentemente os seus familiares.

Recomendações da S21sec para compras online seguras durante a Black Friday

  1. Compre através de plataformas seguras e conhecidas

Desconfie das lojas que oferecem produtos quase de borla. Se não está seguro da sua procedência, é melhor evitá-las e aceitar que vale mais gastar uns euros a mais em prol da segurança dos seus dados ou do seu dinheiro.

  1. Verifique o website antes de pagar

Reveja o seu browser web e assegure-se de que o domínio ou URL da loja digital não é suspeito: deve conter o nome exato da loja sem alterações ou erros de ortografia. Se não coincidir, não faça qualquer compra. 

  1. Desconfie das mensagens massivas

Evite aceder às ofertas estranhas que conhecidos seus partilham nas redes sociais ou grupos de Whatsapp. Utilize o seu critério para decidir se um produto original realmente pode ser oferecido a um preço exageradamente baixo. Perante qualquer dúvida, é melhor procurar essa mesma oferta diretamente na página web oficial da loja.

  1. Não difunda a fraude

Não alimente esta “bola de neve”, partilhando estas mensagens entre os seus conhecidos sem especificar que se trata de uma burla: o “boca a boca”, inclusive a nível digital, alimenta a proliferação deste tipo de fraude.

  1. Evite descuidos nas redes abertas

Se está ligado a uma rede WiFi partilhada, não faça compras online através do telemóvel: procure os artigos através das aplicações oficiais das lojas, coloque-os no carrinho de compras e finalize a transação quando estiver conectado numa rede segura. Jamais use os seus dados bancários numa rede pública.

  1. Faça compras conscientes

Embora a oferta seja muito tentadora, questione-se se realmente necessita desse produto ou serviço. Não se guie por impulsos. Muitas vezes as ofertas não são assim tão boas como parecem. Nunca deixe de ser perguntar: “será que preciso mesmo disto”. Fomente em si próprio uma cultura de compra responsável.

A S21sec é a maior empresa de serviços de cibersegurança da região ibérica com uma ampla experiência no sector, que lhe permite oferecer uma cobertura completa de riscos de cibersegurança nos processos de negócio das organizações.

Classifique este item
(1 Vote)
Ler 361 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top