Facebook atualiza as suas ferramentas de privacidade - Wintech

Os acontecimentos da semana passada mostraram que ainda há muito a fazer para o Facebook aplicar as suas políticas e ajudar as pessoas a perceberem como funciona, assim como as opções de escolha ao seu dispor relativamente aos seus dados.  O Facebook percebeu claramente que as definições de privacidade e outras ferramentas importantes são difíceis de encontrar e que tem de fazer mais para manter os utilizadores informados.

Por isso, para além dos anúncios já feitos por Mark Zuckerberg a semana passada – reprimir os abusos da plataforma Facebook, o fortalecimento de políticas e facilitar às pessoas a possibilidade de anularem a capacidade das aplicações acederem aos dados – serão tomadas medidas adicionais, durante as próximas semanas, para dar aos utilizadores um maior controlo sobre a sua privacidade. A maioria destas atualizações estava já a ser trabalhada há algum tempo, mas os acontecimentos dos últimos dias reforçaram ainda mais a sua importância.

 

Tornar as configurações e ferramentas de Dados mais fáceis de encontrar

1. Controlos mais fáceis de encontrar e utilizar

O Facebook redesenhou por completo o seu menu de definições para dispositivos móveis, do início ao fim, para que tudo seja mais fácil de encontrar. Ao invés de as definições estarem distribuídas por quase 20 ecrãs diferentes, estão agora acessíveis em apenas um único lugar. 

2. Novo menu de atalhos (shortcuts) de privacidade

Para além da simplificação do menu de definições, o feedback dos utilizadores é que a informação sobre privacidade, segurança e anúncios deveria ser muito mais fácil de encontrar. No novo menu de atalhos de privacidade é possível controlar os dados em apenas alguns cliques, com explicações clarificadas de como funcionam os controlos. Esta experiência é agora mais visual, clara e fácil de encontrar. (imagem em anexo)

A partir deste menu é possível:

Tornar a conta mais segura: os utilizadores podem ativar mais ferramentas de proteção, como a autenticação com dois-fatores. Caso esta opção esteja ativa e alguém tente entrar na conta a partir de um dispositivo que o Facebook não reconheça, será de imediato pedida uma confirmação ao dono da conta.

Controlar informação pessoal: é possível aos utilizadores reverem o que partilharam e apagarem se quiserem. Incluindo posts que partilhou ou aos quais reagiu, pedidos de amizade enviados e buscar feitas no Facebook.

Gestão de quem vê os posts e informação de perfil: cada utilizador é dono do que partilha no Facebook e pode gerir quem vê o que publica e a informação que incluiu no seu perfil.

3. Ferramentas para encontrar, descarregar e apagar os dados dos utilizadores no Facebook

É importante saber que dados o Facebook recolhe e usa, mas é ainda mais útil que os utilizadores consigam ver e gerir a sua própria informação. Há quem queira apagar informação que partilhou no passado, há quem seja apenas curioso e queira verificar que informação é que o Facebook tem. Por isso mesmo, o novo ‘Aceda à sua Informação’ é uma forma segura de permitir aos utilizadores acederem e gerirem a sua informação – posts, reações, comentários ou pesquisas efetuadas. É possível apagar aqui o que não quer que apareça mais na sua cronologia.

 

É também agora mais fácil fazer o download da informação partilhada no Facebook – em última análise, os dados pertencem a cada utilizador. É possível fazer o download de uma cópia segura ou movê-la para outro serviço, incluindo fotografias, contactos adicionados à conta, posts na cronologia e muito mais.

 

Próximos passos

 

É também da responsabilidade do Facebook explicar aos utilizadores como recolhe e usa os seus dados na língua escolhida, de forma fácil de entender. Durante as próximas semanas, serão propostas atualizações dos termos de serviço do Facebook, que incluem este compromisso. A política de dados será também atualizada para que seja mais fácil perceber que dados são recolhidos e como são utilizados. Estas atualizações visam uma maior transparência – não a obtenção de novos direitos de recolha, uso e partilha de dados.

 

Para desenvolver estas ferramentas e atualizações, o Facebook trabalhou em conjunto com reguladores, legisladores e especialistas em privacidade. Mais informação relativamente a este tema será divulgada durante as próximas semanas, incluindo as atualizações às medidas anunciadas a semana passada por Mark Zuckerberg.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 356 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top