A Gartner afirma que o mercado de smartphones está a “quebrar” depois de se registar, pela primeira vez desde 2004, uma queda nas vendas.

Segundo a empresa consultora, durante o quarto trimestre de 2017 foram vendidos 408 milhões de dispositivos, menos 5,6% que no período homologo de 2016.

A queda fica a dever-se, sobretudo, aos dois líderes de mercado, Samsung e Apple. A multinacional sul-coreana vendeu 74 milhões de equipamentos, menos 3,59%, e a tecnológica norte-americana não ultrapassou os 73,2 milhões de unidades, ficando 5,02% abaixo.

Enquanto a Samsung, mesmo assim, conseguiu reforçar a quota de mercado de 20,5% para 20,9%, a Apple, por seu turno, perdeu terreno para os concorrentes chineses, ao ver a sua quota descer de 14,4% para 14%. A Huawei vendeu 43,9 milhões de smartphones e ultrapassou os 10% de quota de mercado, pela primeira vez, conseguindo 10,8%. Já a Xiaomi vendeu 28,2 milhões de equipamentos, o que lhe permitiu duplicar a sua quota de mercado de 3,6% para 6,9%.

A Gartner apresenta diversas justificações para esta quebra no mercado, onde se destacam o facto dos consumidores que preferem um modelo de entrada, estarem a optar por um bom telemóvel simples, o chamado “feature phone”, porque considerarem que tem mais qualidade que um smartphone low cost. Por outro lado, quem está a comprar novos equipamentos, prefere cada vez mais produtos premium, pois dessa forma garante que, há partida, os pode usar durante mais tempo.

Apesar desta quebra nas vendas, 2017 foi outro ano recorde em termos de vendas, que atingiram perto de 1,5 mil milhões de unidades, crescendo 2,7% face a 2016.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 355 vezes

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top