A Sophos coopera com a Microsoft de modo a garantir a compatibilidade das suas soluções de segurança com os sistemas operativos desse gigante. Se está a pensar mudar para o Windows 8 tenha em mente que, apesar do mais recente sistema operativo da Microsoft oferecer funcionalidades de segurança superiores, levanta novas preocupações no contexto da segurança devido às mudanças na interface gráfica, e à nova loja de aplicações online. Siga estes oito conselhos de segurança que o ajudarão a manter-se protegido.

 

1. Tenha cuidado com as aplicações destinadas à nova interface de utilização do Windows 8

Algumas aplicações familiares foram completamente recriadas para a nova interface do Windows 8, como tal podem funcionar de forma completamente diferente, apesar de parecerem idênticas. Por exemplo, uma aplicação historicamente fornecida como um executável, pode agora ser inteiramente baseada na Web. Este facto gera impacto na visibilidade que as suas actuais ferramentas de segurança e monitorização têm sobre estas aplicações.

2. Utilize a versão de interface "estilo Windows 8" do Internet Explorer

Por defeito os plugins encontram-se desactivados, o que bloqueia um dos maiores alvos de kits de exploração de vulnerabilidades.

3. Certifique-se que o seu actual fornecedor de soluções de segurança tem capacidades de detectar aplicações maliciosas da nova interface do Windows 8

As aplicações de interface do Windows 8, trazem diferenças importantes face às aplicações regulares, e a sua solução de segurança deverá conseguir distinguir ambas. Um produto de segurança informática eficaz, deverá identificar correctamente aplicações maliciosas ou modificadas da nova interface do Windows 8 (manipuladas, alteradas ou com licença inválida).

4. Desactive a hibernação para garantir uma encriptação de discos eficaz

A encriptação dos discos rígidos é fundamental para a protecção de dados. Se possível, desactive a opção de hibernação no Windows 8 através das políticas de grupo, já que nem sempre funciona eficazmente quando em conjunto com a encriptação.

5. Certifique-se de que o seu hardware contém o logo “Designed for Windows 8”

Para conter este logo, o seu hardware deverá compatível com a tecnologia UEFI. Isto significa que poderá tirar partido da funcionalidade Arranque Seguro, disponível no Windows 8. O Arranque Seguro foi desenvolvido para garantir que a segurança do ambiente pré-sistema operativo, de modo a minimizar o risco de execução de ataques na inicialização do sistema.

6. Torne o controlo de aplicações uma prioridade

A loja de aplicações do Windows 8 torna o controlo de aplicações ainda mais importante, seja para prevenção contra malware ou controlo da produtividade. Apesar da Windows Store ser segura, a experiência mostra-nos que algumas aplicações maliciosas conseguem passar despercebidas. Desactive a utilização de aplicações que não sejam relevantes para a sua utilização.

7. Trate os dispositivos Windows RT (ARM) como quaisquer outros dispositivos móveis

Certifique-se de que aplica os mesmos níveis de segurança a dispositivos Windows RT, de que beneficiam outros dispositivos móveis. Deverá poder contar com a possibilidade de os controlar, localizar, formatar remotamente e encriptar.

8. Reveja as permissões das aplicações na Windows Store

As aplicações na Windows Store devem listar quaisquer recursos necessários. Reveja cuidadosamente estas permissões no separador de detalhes, dado que algumas concederão acesso por defeito a informação sobre a sua localização, calendário, etc.

Adicionalmente, deverá contar com uma solução avançada de segurança completa para uma filtragem superior, assim como uma gestão e relatórios centralizados. Apesar da Microsoft ter incluído funcionalidades mínimas de antivírus e firewall, a maioria das organizações e mesmo utilizadores particulares avançados, necessitarão da segurança acrescida que só uma solução especializada e dedicada conseguirá proporcionar.

Contudo, é inegável que o Windows 8 oferece melhorias que resultam numa experiência de utilização mais segura, e o tornam efectivamente o sistema operativo Windows mais seguro de sempre. Mas a ausência de algo verdadeiramente inovador no sentido de garantir um futuro perfeitamente seguro, não levará certamente as empresas a ponderar um investimento considerável em licenciamento, formação e renovação de hardware obsoleto, no fundo apenas para beneficiarem de uma inteiramente nova interface de utilização.

E obviamente que as "velhas" regras também se aplicam ao Window 8. Em particular, continua a ser uma má opção ter um início de sessão automático. Por isso, acima de tudo, mantenha-se vigilante.

A Sophos possui uma base de conhecimentos dedicada ao suporte para Windows 8 e Server 2012.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 1227 vezes Modificado em Ago. 20, 2013

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top