A Gartner publicou um relatório onde prevê que a Microsoft terá uma “quebra” por parte do interesse dos seus clientes. Esta quebra deverá registar-se dentro de quatro anos e poderá mesmo tornar esta empresa norte-americana como “irrelevante”.


O estudo sustenta a sua previsão no facto do mercado tecnológico estar em mudança e das pessoas estar cada vez mais a usar smartphones e tablets, setores onde a Microsoft ainda está muito “crua” e onde ainda terá um longo caminho a percorrer.


A analista responsável pela realização do estudo, Carolina Milanesi, acredita que o Android terá volumes de vendas bastante grandes e que no futuro “serão três vezes maiores que os do Windows”, em virtude da Microsoft não conseguir captar os interesses de mercados emergentes. Milanesi acredita que as pessoas que não possuem atualmente PCs vão olhar, como solução, para os Tablets e adaptá-los como o seu primeiro computador, e os sistemas “Android e/ou iOS serão os dois sistemas que os consumidores mais vão adotar “. A analista afirma que este fator vai fazer como que os programadores concentrem os seus esforços na plataforma com a maior base de utilizador, o que, ao que tudo indica, não será o Windows”.


O Gartner prevê que até 2017, as vendas do Android vão superar (e em muito) qualquer outro sistema operativo no mercado, sendo que já em 2014 vamos ver o Android em mais de mil milhões de equipamentos. A BlackBerry vai continuar a deslizar nas vendas globais e vai acabar muito atrás do Windows Phone, e em 2015 os tablets vão vender mais que os PCs mais tradicionais, como notebooks e desktops. “Vencer no mercado de Tablets e Smartphones é fundamental para a Microsoft permanecer relevante nesta mudança tecnológica”, diz Milanesi.


De notar que esta é apenas uma previsão de uma analista da Gartner em relação ao futuro e que muitas vezes estas análises acabam por não se verificar. A Microsoft está trabalhar de forma bastante dedicada no Windows “Blue” de forma a melhorar a experiência da interface com o utilizador presente no Windows 8.

 

A unificação geral dos serviços da Microsoft poderá transformar ou mesmo inverter as tendências de mercado.


O futuro da Microsoft é sem dúvida alguma um desafio, e esse futuro passa obrigatoriamente pela conquista do mercado de dispositivos móveis, situação que não se afigura nada fácil, pelo menos, nos próximos tempos…

Classifique este item
(0 votos)
Ler 1465 vezes Modificado em Abr. 11, 2013

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top