Contrariamente ao reportado, o browser FireFox 2.0 é igualmente vulnerável a ataques que exploram a falha do Windows relacionada com os cursores animados.

Alexander Sotirov, investigador que descobriu em Dezembro a falha e que reportou posteriormente a Microsoft, apresentou uma demonstração de como a falha pode ser explorada no browser FireFox quando o utilizador visita um site com conteudo malicioso. 

Sotirov mostrou então que o IE7 e o Firefox 2.0, quando executados no Windows Vista, podem ser afectados pela falha de segurança, contudo a versão do Internet Explorer não permite que sejam alterados ficheiros de sistema graças ao “protected mode” que é uma das novidades do browser da Microsoft.

A Microsoft lançou na passada terça-feira uma actualização que corrige essa falha de segurança.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 2717 vezes Modificado em Abr. 23, 2007

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top