Problemas na memória RAM de um dispositivo provocam sintomas distintos no Windows, como crashs frequentes, bloqueios ou Stop Codes que dão origem aos conhecidos BSOD (Blue Screens of Death). Quando o PC é reiniciado após um destes problemas, o sistema operativo automaticamente executa o Windows Memory Diagnostics Tool.

Esta ferramenta nativa do Windows pode também ser executada manualmente pelos utilizadores e disponibiliza três tipos de testes: BasicStandard e Extended. Por omissão são feitos os testes Standard que são maioritariamente suficientes para identificar os problemas mais comuns.

Quando um teste é iniciado manualmente, o utilizador pode através da tecla F1 entrar nas opções avançadas e selecionar um dos testes disponíveis, sendo que:

  • O Basic vai testar o MATS+, INVC e o SCHCKR.
  • O Standard vai incluir os testes do Basic mais o LRAND, Stride6 (cache enabled), CHCKR3, WMATS+ e o WINVC.
  • O Extended vai incluir os testes do Standard mais o MATS+, Stride38, WSCHCKR, WStride-6, CHCKR4, WCHCKR3, ERAND, Stride6 e o CHCKR8.

O tempo de testes poderá ir de 30 minutos até várias horas, dependendo da opção selecionada.

No Windows 10 podemos executar o Windows Memory Diagnostics Tool de três maneiras diferentes. Vejamos quais nos passos seguintes:

Vamos abrir o Menu Iniciar e escrever Windows Memory Diagnostics seguido de Enter.

Em alternativa podemos abrir o Executar (Win + R) e escrever mdsched.exe seguido de Enter.

Na janela do Memory Diagnostic vamos escolher a opção “Restart now and check for problems”. Neste caso, devemos fechar todas a aplicações e guardar qualquer documento aberto antes de clicar na opção.

Em alternativa, podemos clicar em “Check for problems the next time I start my computer” para que os testes sejam feitos da próxima vez que ligarmos o PC.

Depois de reiniciar o PC, a ferramenta inicia os testes automaticamente. Durante a sua execução é possível alterar o tipo de teste, a Cache e o Pass Count como referido anteriormente, ver o seu status e a informação de eventuais erros encontrados.

Terminando os testes e após reiniciar o PC, serão mostrados os detalhes dos problemas encontrados. Caso não existam erros, será mostrada a mensagem “No memory errors were detected”.

Os testes à memoria podem ser iniciados também através das opções avançadas do arranque. Para isso, os utilizadores podem aceder às opções com o Windows em execução ou através de uma Ferramenta de Recuperação. Vejamos como:

Vamos aceder a Settings > Update & Security > Recovery.

Em Advanced Startup, vamos clicar em “Restart now”.

Depois de reiniciar o PC, vamos clicar em “Troubleshoot”.

Em “Advanced options”, vamos clicar em “Command Prompt”.

Na janela do Command Prompt, vamos escrever mdsched.exe seguido de Enter.

Quando surgir a janela do Memory Diagnostics, vamos clicar em “Restart now and check for problems”.

O PC irá reiniciar para dar início aos testes como ilustrado anteriormente.

No caso de optarmos por usar uma Ferramenta de Recuperação (consulte este guia para saber como criar uma), depois de configurar o PC para arrancar a partir desta, vamos no ecrã de instalação do Windows selecionar o Idioma e Layout de Teclado e clicar em Next.

Em seguida, vamos clicar em “Repair your Computer”.

Depois deste passo, vamos clicar em Troubleshoot > Advanced options > Command Prompt e seguir as indicações anteriores.

Como sempre, esperamos que este guia seja útil a todos os que nos visitam. 

Classifique este item
(0 votos)
Ler 184 vezes

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top