Recentemente, a Amazon Web Services anunciou que migrou aproximadamente 75 petabytes de dados da Amazon, armazenados em 7.500 bases de dados da Oracle, para bases de dados geridas pela AWS. Estas migrações foram realizadas com pouco ou nenhum tempo de downtime e cobriram 100% dos sistemas proprietários da AWS.

Com esta migração, as bases de dados da AWS impulsionam agora os maiores e mais complexos workloads da Amazon, incluindo compras, gestão de catálogos, atendimento de pedidos e streaming de vídeo, fornecendo aos clientes aplicações mais fiáveis e tempos de resposta mais rápidos.

Após a migração para as bases de dados Amazon Web Services (AWS), os custos dessas bases de dados foram reduzidos em mais de 60%, a sobrecarga administrativa foi diminuída em 70% e o desempenho das aplicações mais críticas foi otimizado em 40%.

Mais de 100 equipas na área de negócio de consumo da Amazon participaram no esforço de migração. Tal inclui marcas e sites como Alexa, Amazon Prime, Amazon Prime Video, Amazon Fresh, Kindle, Amazon Music, Audible, Shopbop, Twitch e Zappos, assim como equipas internas como AdTech, Amazon Fulfillment Technology, pagamentos do consumidor, devoluções de clientes, sistemas de catálogos, entregas, dispositivos digitais, pagamentos externos, finanças, InfoSec, mercado, encomendas e sistemas de retalho.

Classifique este item
(1 Vote)
Ler 190 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top