A Check Point® Software Technologies Ltd. , o maior fabricante mundial especializado em segurança, celebrou nos dias 23 e 24 de maio, em Tróia, o seu evento CPX Portugal 2018. O encontro reuniu clientes e parceiros da Check Point em Portugal, mas contou também com a presença de outros players da indústria da segurança, convidados pela empresa para contribuir para a discussão acerca dos desafios mais urgentes no campo dos ciberataques, com o objetivo de ajudar empresas de diferentes sectores e dimensão a desenvolver estratégias para se manterem um passo à frente dos hackers e do malware.

O CPX Portugal 2018 contou com a presença de mais de 400 participantes e com mais de 30 conferências e sessões técnicas que abordaram desde visões mais holísticas sobre a segurança a workshops sobre produtos do fabricante e dos seus parceiros tecnológicos e sponsors deste evento: Layer8, Secur.Net, Compta, Cilnet, CSO, Warpcom, Arrow, GTI, IDW, PT Empresas e Weston. 

“À medida que o mundo se torna cada vez mais interligado e as redes continuam a evoluir, a segurança dos ambientes de TI está a tornar-se mais complexa do que nunca. Estamos agora a enfrentar a quinta geração de ciberataques, mais sofisticados e conseguem contornar a proteção convencional que a maioria das organizações atualmente usa para as suas redes empresariais, móveis, da cloud, e da Internet das Coisas”, refere Rui Duro, Sales Manager da Check Point em Portugal e anfitrião deste evento. “Com este CPX, quisemos ajudar as empresas a preparar-se para a quinta geração da cibersegurança, num espaço onde puderam relacionar-se com os mais altos especialistas da indústria da cibersegurança, saber quais foram as conclusões dos mais recentes estudos sobre ciberameaças e participar em sessões sobre as diferentes técnicas e soluções de cibersegurança”.

Nesta edição, a que contou com mais participantes e patrocinadores de todas, a Check Point quis, mais uma vez, envolver outros fabricantes e parceiros com algo de importante a dizer sobre cibersegurança, considerando que a colaboração é chave para combater o cibercrime e sabendo que sozinhos ninguém ganha esta guerra. “Não queríamos um evento apenas para falar dos nossos produtos e serviços. Aliás, o desafio era falar de cibersegurança, que é verdadeiramente o que interessa às empresas”, sublinhou Rui Duro, Sales Manager da Check Point para Portugal.

O CPX Portugal 2018 pretendeu proporcionar uma perspetiva sobre as estratégias e tecnologias necessárias para proteger as infraestruturas, em todos os ambientes e para todos os dispositivos. O público participante teve a oportunidade de ver a tecnologia em ação, participar em sessões técnicas e fazer networking com outros profissionais do sector.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 1332 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top