A Huawei e a Baidu, Inc anunciaram parceria estratégica que abrange desde plataformas e tecnologia para inteligência artificial (IA) até serviços de internet e ecossistemas de conteúdos. As duas empresas pretendem desenvolver um ecossistema móvel aberto para IA, baseado no sucesso partilhado, ao mesmo tempo que estimulam o desenvolvimento de novas aplicações de IA e fornecendo aos consumidores de todo o mundo a IA que “o conhece melhor”.

“O futuro está nos equipamentos inteligentes que nos vão servir ativamente, não apenas dando resposta ao que lhe perguntamos,” afirma Richard Yu, CEO da Huawei Consumer Busines Group. “Com um forte background em I&D, a Huawei trabalhará com a Baidu no sentido de acelerar o processo de inovação do sector, desenvolver smartphones de última geração e oferecer aos consumidores IA que os “conhece melhor”.

“Não devia ser surpresa o facto de a Baidu e Huawei trabalharem em conjunto, porque temos muitas semelhanças – a tecnologia está integrada no nosso ADN e temos inclusivamente desenvolvido tecnologias próprias para crescer,” afirmou Robin Li, Chairman e CEO da Baidu. “A era da Internet está a envolver-se com a era da Inteligência Artificial. A Baidu tem-se dedicado ao campo da IA desde há algum tempo. A Huawei tem uma grande base de utilizadores. Juntas, a Baidu e a Huawei podem fazer hoje coisas que no passado eram impossíveis. Os Chineses costumam dizer “deixem cem flores crescerem”. Esta é uma boa forma de descrever a nossa parceria – hoje plantamos as sementes, e acredito que em breve veremos crescer muitas flores.”

A Huawei e a Baidu planeiam construir um ecossistema aberto utilizando a plataforma de IA HiAI da Huawei e a BaiduBrain, um conjunto de ativos e serviços de IA da empresa. O ecossistema aberto irá alavancar a Neutral Network Processing Unit (NPU) e a estrutura de deep learning PaddlePaddle da Baidu e vai fortalecer os criadores de IA, garantindo um conjunto alargado de ofertas de IA e novas experiências de serviços inteligentes.

As duas empresas trabalharão em conjunto no reconhecimento de voz e imagem para equipamentos inteligentes, de forma a facilitar uma mais clara interação entre humanos e máquinas. Vão ainda construir em conjunto um ecossistema de realidade aumentada (RA), combinando hardware e software para criar uma mais imersiva e acessível experiência RA no dia a dia dos consumidores.

Considerando os serviços de internet e ecossistemas de conteúdos, as duas empresas vão fortalecer a cooperação em áreas como a pesquisa e feed para oferecer aos clientes conteúdo mais rico e uma experiência de serviço mais intuitiva e conveniente.

Para além da Inteligência Artificial, as duas empresas irão trabalhar em conjunto no processamento de imagem e voz para equipamentos inteligentes, para facilitar a interação entre humanos e máquinas. Vão criar um ecossistema de RA, combinando hardware e software para criar uma mais imersiva e acessível RA no dia a dia. Considerando serviços, internet e ecossistemas de conteúdos, estas empresas vão fortalecer a sua parceria em áreas como a pesquisa para oferecer aos consumidores conteúdo mais rico e uma experiência de serviço mais intuitiva e conveniente.

A Huawei é líder na produção de smartphones em todo o mundo. Valorizando fortemente o consumidor, a Huawei explora ativamente o futuro das tecnologias inteligentes, de forma a ajudar a melhorar a experiência digital, que inclui inovação em 5G, IA, RA, realidade virtual, e outros territórios relacionados. Em 2017, a Huawei lançou o Mate10, o primeiro smartphone do mundo com chipset IA integrado, o Kirin 970. A Huawei tem construído ativamente o ecossistema HiAI baseado nestes chips.

A Baidu é líder no fornecimento de pesquisa de Chinese Language Internet e, desde 2016, a sua estratégia tem-se focado em dois pilares chave, fortalecendo por um lado a sua base em mobile e liderando ainda a área IA. A Baidu está a utilizar IA para elevar a sua atual área estratégica de negócio e, em paralelo, construir iniciativas com IA integrada, através de uma plataforma aberta e ecossistema de IA. No terceiro trimestre de 2017, o lucro de feed da Baidu, considerando valores anuais, ultrapassou os mil milhões de dólares e a utilização diária da sua principal app Mobile Baidu cresceu 15%, sequencialmente, sendo este o mais rápido crescimento entre as apps na China, assegurando ainda mais de 100 milhões de utilizadores diários ativos, segundo a QuestMobile.

Depois de uma década de rápido progresso, a indústria de smartphones alcançou um ponto de desenvolvimento crítico e os smartphones de próxima geração estão já no horizonte. Tecnologias interativas incluindo voz, visão de máquinas e IA irão impulsionar o sector. Originalmente desenvolvidos para serem uma ferramenta pessoal, os smartphones tornam-se numa extensão do corpo humano e também assistentes de IA para os consumidores. Neste momento crítico do sector, a Huawei e a Baidu continuarão a dar prioridade às necessidades do consumidor e a alavancar as suas forças, criando uma parceria que beneficie todos.

A IA está a motivar uma nova onda de transformação no sector. A cooperação estratégica aprofundada entre Huawei e Baidu abre novas possibilidades para o desenvolvimento de IA e outras tecnologias. Isso irá ajudar a criar a estrutura necessária para um ecossistema móvel sustentável, de forma a que a tecnologia do futuro seja capaz de melhor entender os utilizadores, salvar pessoas e promover melhores outputs económicos e sociais em todo o mundo.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 1550 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top