A Kyndryl, o maior fornecedor mundial de serviços de infraestruturas de Tecnologias da Informação (TI), e a NetApp®, empresa global de software centrada em dados e orientada para cloud, anunciaram hoje uma aliança global para ajudar os clientes a transformar os seus negócios, desbloqueando insights de dados armazenados on premises, em ambientes cloud ou em ambientes de edge computing.

A Rumos, empresa portuguesa de formação e certificação técnica do grupo “Rumos - Knowledge Sharing”, lança bootcamp online de verão de Pyhton Programming, entre os dias 4 de julho e 2 de agosto. É um curso 100% online com dinâmicas em formato síncrono (online em tempo real) e assíncrono (e-Learning) integrados numa ótica de sessões teórico-práticas, com acompanhamento permanente e personalizado por parte do formador.

Atualmente, aprender a linguagem Python tornou-se obrigatório entre os programadores e é uma das formas mais simples, acessíveis e com melhor índice de evolução para se iniciar no mundo do desenvolvimento. Com uma aplicabilidade muito variada e um elevado potencial, a linguagem Pyhton tem vindo a subir no índice das linguagens de programação mais usadas, de forma muito acentuada, ocupando, atualmente, uma posição de elevado destaque.

A Zome, mediadora imobiliária 100% nacional, montou em conjunto com a sociedade de advogados Antas da Cunha ECIJA e outros parceiros do Crypto Valey, na Suíça, a primeira operação de venda em criptoativos, sem necessidade de conversão para euros antes do ato da escritura.

A primeira transferência de um ativo digital para um ativo físico - uma casa - sem qualquer conversão para euros, na Europa, foi concretizado com um apartamento T3, em Braga.

Novo relatório da Kaspersky, "Kaspersky ICS Security Survey 2022: The seven key to improving OT security outcomes",revela que 40% das empresas europeias do setor industrial tende a desativar a sua solução de cibersegurança caso esta afete o seu ritmo de produção. A nível global, a percentagem situa-se nos 30%. De acordo com o estudo da Kaspersky, 18% das organizações inquiridas na Europa afirma enfrentar regularmente estes problemas, enquanto 42% diz ser um caso raro. Compatibilidade é o principal fator em questão.

Na hora de implementar soluções de cibersegurança num ambiente tecnológico operacional, o equilíbrio entre contar com as proteções adequadas e garantir um fluxo de trabalho rentável é fulcral. Caso contrário, os tempos imprevistos de inatividade causados pela interrupção da produção podem custar às empresas até €207.000 por hora, de acordo com algumas estimativas

A Sophos, líder global em soluções de cibersegurança de próxima geração, anunciou que adquiriu a SOC.OS, uma empresa inovadora que apresenta uma solução de automação de triagem e investigação de alertas de segurança baseada na Cloud. A solução consolida e prioriza grandes volumes de alertas de segurança de vários produtos e plataformas em todo o ambiente de uma organização, permitindo que as equipas de operações de segurança entendam e deem rapidamente resposta aos casos sinalizados como mais urgentes. A SOC.OS foi lançada em 2020 e é um spin-out da BAE Systems Digital Intelligence. A empresa é privada e sediada em Milton Keynes, no Reino Unido.

Com a SOC.OS, a Sophos planeia fazer evoluir as suas soluções de Resposta a Ameaças Gerida (MTR, na sua sigla em inglês) e Deteção e Resposta Ampliadas (XDR, na sua sigla em inglês) para organizações de todas as dimensões. A SOC.OS também ajudará a ampliar o Ecossistema de Segurança Adaptativo da Sophos, que sustenta todas as suas soluções de segurança. Isto inclui a disponibilização de alertas e eventos relativos a endpoints, servidores, firewalls, Gestão de Identidade e Acesso (IAM, na sua sigla em inglês), cargas de trabalho na Cloud, e-mail e produtos de segurança móvel de entidades terceiras.

A PRIMAVERA BSS entrou em 2022 com o objetivo de recrutar mais cinco dezenas de pessoas. Com o recrutamento já em curso, a tecnológica procura essencialmente perfis técnicos, como engenheiros de software e consultores para trabalhar no mercado português. A necessidade deste reforço da equipa deve-se ao crescimento do negócio nos mercados nacional e externos, cujos resultados subiram 16% face ao período homólogo.

A primeira edição do Programa de Bolsas Universitárias da Huawei Portugal, que recebeu mais de 3000 candidatos provenientes de todo o território continental e ilhas, consagrou o desempenho académico de 50 estudantes do ensino superior das áreas da engenharia e tecnologia numa cerimónia ocorrida ontem à noite na Estufa Fria, em Lisboa.

Perante a plateia de convidados, entre eles o grupo de jurados composto por uma dezena de individualidades de destaque que criteriosamente seleccionou os 50 candidatos a quem foram atribuídas as bolsas, o CEO da Huawei Portugal fez questão de congratular todos os estudantes presentes pela conquista alcançada. “Este programa de bolsas universitárias é uma oportunidade única para quem quer investir no seu futuro, e os estudantes aqui reconhecidos serão os líderes de amanhã”, disse Tony Li.

Pág. 1 de 144

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Apoiamos

Gled Agra X Streamer @ Facebook

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top