A segurança da UEFI (Interface de Firmware Extensível Unificada) tem sido um tópico importante nos últimos anos, mas, devido a várias limitações, muito pouco malware baseado em UEFI foi encontrado no passado. Depois de descobrir o primeiro rootkit UEFI em estado selvagem, conhecido como LoJax, os investigadores da ESET decidiram criar um sistema que lhes permitisse explorar o vasto cenário da UEFI de uma forma eficiente, identificando com segurança ameaças emergentes e desconhecidas da UEFI.

Encontrar malware como o LoJax é raro - existem milhões de executáveis ​​UEFI em estado selvagem e apenas uma pequena parte deles é maliciosa. Vimos mais de 2,5 milhões de executáveis ​​UEFI únicos, de um total de 6 mil milhões, apenas nos últimos dois anos”, explica Filip Mazán, engenheiro de software da ESET, que trabalhou na construção do sistema de learning-machine.

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top