Na semana em que soam mais alto os alarmes para a segurança na Internet – no âmbito do Dia da Internet Segura -, o Portal da Queixa fez uma análise ao volume de reclamações recebidas, relacionadas com burlas online. O mês de janeiro de 2021, registou uma média de 20 reclamações por dia, um significativo aumento de 71% face a janeiro de 2020. O ano passado, os consumidores apresentaram 5768 queixas por alegadas burlas online. É urgente promover a literacia digital dos portugueses, defende o Portal da Queixa, que tem em marcha a campanha #NãoSejasPato que visa informar para os perigos online e potenciar compras seguras na internet.

As compras através da internet já tinham muitos adeptos e ganharam outros tantos durante o período de confinamento provocado pela pandemia da Covid-19. “O aumento da procura de produtos e serviços através dos canais digitais, por parte dos consumidores portugueses, é uma tendência que veio para ficar”, destaca o Portal da Queixa que, entre janeiro e julho de 2020, recebeu mais de 9 mil reclamações relacionadas com o comércio eletrónico, um disparo de 213%, face ao período homólogo.  

Com o objetivo de os pagamentos serem mais seguros para o consumidor, a partir de janeiro de 2021, as compras online - com cartão de crédito ou de débito -, vão passar a exigir um elemento extra de segurança. Para este efeito, o Banco de Portugal (BdP) recomenda que os contactos - nas diferentes instituições bancárias - sejam atualizados até ao fim de agosto. Se não o fizer, o consumidor corre o risco de, após a implementação desta tecnologia, não conseguir realizar pagamentos eletrónicos com o cartão, por não receber o referido código por SMS.

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico. Saiba mais.

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top