Durante quatro dias, a FIL foi palco do maior acontecimento da indústria dos videojogos em Portugal. O Lisboa Games Week recebeu 48.202 visitantes, que puderam conhecer e experimentar as novidades apresentadas pelas grandes plataformas e estúdios internacionais, incluindo os títulos mais aguardados de 2016.

Foi também possível experimentarem, em exclusividade, consolas e novos dispositivos de realidade virtual. O evento, coorganizado pela FIL e a E2Tech, apoiado pela Wintech como sendo um dos media partners, consolidou o seu posicionamento no calendário das feiras internacionais do sector.

Exposição, experimentação, entretenimento, divulgação da produção independente e serviço educativo, foram as principais propostas apresentadas pela organização, indústria e parceiros, para o grande público, profissionais e escolas.

 

Nesta edição contamos com a participação de mais de 160 marcas num espaço de 15.000 m2, onde as apresentações e demonstrações, passatempos, competições e animações, network do sector e formação para escolas marcaram os quatro dias do evento. A organização está já a trabalhar na quarta edição. Pretendemos fazer crescer a área global do evento, aumentar, ainda mais, a participação da indústria e criar mais postos de experimentação, novas áreas temáticas e segmentos do mercado.

 

As habituais animações e programa do Lisboa Games Week, cresceram também nesta ultima edição. Os Cosplayers fizeram-se notar em maior número e trouxeram, mais uma vez, a cor e a ficção do universo dos videojogos, encarnando personagens e interagindo com o visitante. Outra presença marcante, que também já faz parte do ADN do LGW, foram os principais youtubers de videojogos, que fizeram as delícias dos seus seguidores ao proporcionar-lhes momentos inesquecíveis de convívio.

 

 

 

Um Espaço Família recheado de atividades lúdicas e jogos para crianças; um Museu de videojogos muito concorrido; um salão de jogos com as emblemáticas Arcade e Pinball, a que se juntaram o Espaço Fantástico com os seus produtos e propostas artísticas pop-culture; mais as zonas onde as vertentes competitivas dos videojogos são afinadas à perfeição com diversos eventos de eSports.

 

Além da presença das gigantes Sony, Microsoft e WarnerBros, entre muitas outras que compõem o core do evento, a presente edição estreou o espaço Indie Dome que mostrou, ao público e profissionais, o que de melhor se faz nos estúdios independentes. Este espaço marcou presença num pavilhão dedicado a jogos Indie, onde pequenos estúdios e empresas internacionais estiveram, pela primeira vez, paredes-meias com os autores dos melhores jogos feitos em Portugal, através de uma seleção criteriosa e variada da produção de nível amador e académico, a qual, devido ao seu pequeno mediatismo, dificilmente chegaria ao conhecimento do grande público.

 

No mesmo pavilhão, houve também espaço para o auditório do ISCTE-IUL, verdadeiramente recheado de talento e ensinamentos válidos para os que ambicionam seguir uma carreira na área dos videojogos. Foram apresentados um sem-número de workshops, seminários e debates, com a participação da Direcção Geral de Educação, que marcou também presença como expositor.

 

O Lisboa Games Week 2016, contou com uma sessão de abertura onde participaram a organização, o projecto Indie Dome, a Direcção Geral de Educação, o parceiro RubberChicken, a área internacional de talento da Playstation e a Câmara Municipal de Lisboa, cujo Vice-presidente, Duarte Cordeiro, presidiu à inauguração. Ficou a promessa de muito empenho e trabalho conjunto para um ainda maior crescimento em 2017.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 495 vezes Modificado em Nov. 24, 2016

Deixe um comentário

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico.

O nome Wintech surge com o objetivo de apresentar conteúdos relacionados com o Windows (Win) e também com tecnologia (tech).

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top