A LG é reconhecida mundialmente pelo desenvolvimento de produtos tecnológicos de grande qualidade. Independentemente do tipo de produto, é sem duvida alguma uma das referencias mundiais no que diz respeito às comunicações móveis, sendo uma das empresas mais inovadoras deste segmento com o lançamento de sucessivos modelos disruptivos e vanguardistas.

O LG Q6 chegou recentemente ao mercado, com um preço a rondar os 270€, e “aterrou” também nos laboratórios de teste da Wintech.

Uma vez tirado da caixa, o LG Q6 destaca-se logo à partida pela apresentação de um design unibody em metal e pelo ecrã FullVision na parte frontal, assemelhando-se muito ao “suprassumo” LG G6.

 

Primeiras Impressões

O botão de ligar e desligar o dispositivo está localizado no lado direito.

Os controlos de volume surgem do lado esquerdo, juntamente com o slot para dois cartões SIM e outro especialmente dedicado a acomodar cartões microSD.

A porta de 3.5 mm para ligação dos auscultadores está localizada na parte inferior, juntamente com a porta micro-USB e o microfone principal.

 

Já na parte traseira encontra-se a câmara com um flash LED. E por falar na traseira, importa destacar o aspeto de metal escovado ligeiramente brilhante. É sem dúvida muito atrativo, mas parece-nos fácil de riscar.

 

Na parte frontal encontramos o ecrã de 5.5 polegadas com vidro Gorilla Glass 3. Apesar das molduras superior e inferior serem estreitas, ainda existiu espaço para se colocar a câmara frontal na parte de cima, juntamente com o altifalante e alguns sensores.

 

Umas das ausências notadas neste Q6 é o do sensor de impressões digitais, porém esta ausência acaba por ser colmatada pelo reconhecimento facial, para além dos já habituais PIN, padrão e palavra-passe.

 

Ao pegarmos neste equipamento facilmente percebemos que estamos perante um dispositivo robusto e que se utiliza facilmente com uma mão.

Uma das características diferenciadoras deste LG Q6 passa pelo facto de este ser o primeiro smartphone de gama média da LG a vir com um ecrã FullVision. Este painel frontal que quase não possui moldura, como já vai sendo habitual nos dias que correm, foi herdado do LG G6 e representa sem dúvida uma excelente adição.

À resolução Full HD+ de 2160×1080 pixéis junta-se a proporção de ecrã de 18:9 que está a ser muito utilizada por diversos fabricantes.

Ao nível do som, as colunas estão localizadas na parte traseira e garantem um som alto e com qualidade. No entanto achamos que eventualmente existiriam melhores sítios para as colocar.

 

Experiência de utilização

Este equipamento tem no seu interior o processador Snapdragon 435 que opera a uma velocidade máxima de 1.4GHz. Após termos utilizados a nossa App (e fiel amiga) Antutu obtivemos o resultado de 40909, revelando uns resultados bastante satisfatórios para gama de equipamento que é.

Pormenores mais técnicos à parte, conseguimos jogar a maioria dos títulos sem quaisquer atrasos. Importa salientar também que este equipamento vem com 3GB de memória, pelo que o Q6 consegue lidar sem problemas com diversas aplicações a correrem em segundo plano.

O LG Q6 vem de base com o Android 7.1.1 Nougat ao qual se junta a interface UX6.0. Como acontece normalmente nos equipamentos deste fabricante não existe uma gaveta de aplicações pelo que teremos de organizar tudo nas janelas principais. Isto é aliás um elemento comum a outros fabricantes como é o caso da rival Huawei.

Como referimos, a LG acabou por abandonar o leitor de impressões digitais neste modelo, compensado os utilizadores com a inclusão de um sistema de reconhecimento facial. O processo de configuração e ativação é muito simples, sendo que em menos de dois segundos o dispositivo consegue reconhecer a nossa face e desbloquear o smartphone. No entanto tenham em atenção os ambientes escuros. É que nestes casos nem sempre funciona muito bem.

No que diz respeito à câmara principal do Q6 tem 13 megapixéis e inclui focagem automática. A isto junta-se um único Flash LED.

A focagem desta câmara é muito rápida e tira fotografias excelentes em ambientes muito bem iluminados. Quando não existe luz ambiente suficiente a focagem já não funciona tão bem e a qualidade de imagem fica um pouco aquém das expectativas.

 

 

Já a câmara frontal de 5 megapixéis é grande angular pelo que é ideal para fotos em grupo. Destaca-se ainda a presença do modo Square Camera, ideal para fãs do Instagram.

Ao nível da gravação de vídeo tudo corre bem a 1080p com uma taxa de 30 frames por segundo. Não esperem suporte para 4K.

A aplicação de câmara que vem integrada no Q6 é suficiente para a grande maioria dos utilizadores. Disponibiliza alguns filtros interessantes, bem como três modos diferentes, nomeadamente, automático, panorâmico e comida. Um downside para alguns utilizadores poderá ser a falta de um modo manual.

 

A autonomia

A bateria de 3000mAh incluída no LG Q6 durou cerca de um dia com um uso moderado. Já se quisermos consultar constantemente o email, as redes sociais e visualizarmos alguns vídeos dá para cerca de 8 horas e 30 minutos.

De realçar o facto do LG Q6 não possuir ligação USB Type-C (algo que consideramos “obrigatório” em equipamentos a partir da gama média) optando por integrar a “velha e obsoleta” ligação micro USB. O LG Q6 não possui, por isso, a tecnologia de carregamento rápido, ainda assim, conseguimos carregar 60% da bateria em cerca de 55 minutos, o que não deixa de ser, sem dúvida, bastante positivo!

Conclusão

A LG fez muito bem em trazer o ecrã FullVision para o Q6 e este é sem dúvida um dos pontos de honra deste equipamento. Considerando todos os fatores, este fabricante fez um bom trabalho pelo facto de ter incluído diversas funcionalidades neste dispositivo que aposta no design e nos materiais premium. Para quem procura um equipamento que não passa despercebido na mão com um preço atrativo, esta é sem dúvida uma boa opção. Gostámos particularmente da fluidez de todo o sistema e dos 32GB de capacidade de armazenamento.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 297 vezes Modificado em Nov. 04, 2017
Tagged em

Deixe um comentário

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico.

O nome Wintech surge com o objetivo de apresentar conteúdos relacionados com o Windows (Win) e também com tecnologia (tech).

Ultimos comentários

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top