TomTop é um retalhista online que se dedica à comercialização de diversos produtos tecnológicos um pouco por todo o mundo, e voltou a convidar a Wintech para a publicação de uma nova análise a um dos produtos vendidos por esta empresa. Desta vez, e depois da análise publicada a uma das Box Android existentes, a MXQ Pro TV Box, a TomTop decidiu voltar a ceder-nos para teste uma nova Android TV, a NexBox A95X.

 

 

Primeiras impressões e Especificações técnicas

O equipamento chegou-nos através do armazém europeu (o que acabou por acelerar o processo de entrega) depois de ter sido encomendado cerca de duas semanas antes.

Tal como o modelo anterior que tínhamos analisado, A Nexbox veio numa simples caixa preta onde são apresentadas, ainda que de forma resumida, especificações do equipamento. No interior da embalagem encontramos a NexBox, um cabo HDMI, um adaptador de energia, um comando à distancia e um indispensável manual de instruções.

Assim que retiramos o equipamento da embalagem salta à vista o facto de ser um dispositivo com um design bastante compacto, de cor negra e concebida em plástico. NexBox apresenta um sem numero de ligações: junto à ligação do alimentador de energia está localizada uma porta RJ45 (para ligação em rede), uma porta HDMI, uma ligação AV (para quem não possui um televisor compatível com ligações HDMI e pretende ligar, por exemplo, via RCA) e uma ligação SPDIF (áudio digital). Noutra das laterais encontramos mais duas portas USB e um leitor de cartões microSD. Noutra das faces existe apenas um LED azul que nos indica que o equipamento está ligado e a funcionar.

 

Feita esta pequena apresentação, fica a lista completa de especificações técnicas:

CPU: Amlogic S905X Quad core Cortex A53 2.0GHz 64bit
GPU: Penta-core Mali-450MP GPU @ 750MHz+
RAM: 2 GB DDR3
ROM: Onboard eMMC Flash 16GB
Expansão de memória: Cartão microSD  (Suporte máximo até 32GB)
WiFi: Antena interior IEEE 802.11b/g/n
Bluetooth: 4.0
Ethernet: 10/100 Mbps LAN
Idiomas: Vários

Sistema Operativo: Android 6.0

 

youtube.com/watch?v=Wvkzs-enuC4

 

Experiência de utilização

Nos testes que efetuámos, decidimos ligar a um televisor através da ligação HDMI e a um switch de rede que temos a distribuir a internet no nosso laboratório de testes.

 

Assim que é inicializado o equipamento, somos convidados a fazer a concluir o processo de instalação do Android, tal como acontece quando adquirimos um smartphone, por exemplo, onde temos de introduzir o idioma preferido, a nossa conta Google, ligação à internet (caso seja por Wi-Fi), etc…

Assim que é terminado o processo de configuração, surge o ecrã principal do NexBox. Este ecrã apresenta-se diferente do que estamos habituados nos tablets, por exemplo, e, em vez do tradicional ecrã Android temos um ecrã com vários atalhos que permitem, de certa forma, facilitar a vida aos utilizadores (em particular para aqueles que estão menos familiarizados com estes equipamentos). Este ecrã inclui diversas pastas e atalhos para, por exemplo, a Play Store e para outras aplicações multimédia, como é o caso dos obrigatórios para este tipo de equipamentos: o NetFlix, o Kodi ou MobDro que já vem pré-instalado. Desta forma, o acesso às ferramentas a que se dispõe este tipo de equipamento torna-se bastante simples e intuitivo.

Como referimos, este NexBox  é equipado com um processador Quad-Core de 64 Bits ARM Cortex-A53 que, alicerçado por 1 GB de memória RAM, apresenta-se bastante responsivo e funcional, mesmo nas tarefas mais exigentes a que se pode por a prova este tipo de equipamento.

Os testes que efetuámos a esta TV Box Android incidiram, basicamente, em explorar as funcionalidades que o Kodi já habituou os seus utilizadores, como por exemplo, assistir a conteúdos multimédia, visualizar de canais de TV, sendo que o equipamento respondeu de forma bastante positiva.

A ligação à Internet foi igualmente rápida (ainda que apenas tenha integrada uma placa 10/100) sendo que os downloads e os acessos a conteúdos multimédia apresentaram-se bastante rápidos e responsivos.

Contrariamente ao que tínhamos feito noutros testes, optámos também por testar o streaming via Wi-Fi, sendo que, neste caso, nem sempre a imagem se apresentou fluida o suficiente para assistir, por exemplo, a alguns conteúdos distribuídos pelas redes Peer-to-Peer. No sentido inverso, quando decidimos ligar a NexBox através de cabo de rede ao switch de rede que usamos na nossa infraestrutura de testes, apresentando uma ligação sem paragens e de ligação fluida sem qualquer falha.

O comando à distancia inclui acesso rápido às pastas, funcionalidades multimédia e permite ativar o modo “mouse” que faz como que através dos cursores consigamos navegar no ecrã como se estivéssemos a usar um vulgar rato. Este comando permite, inclusive, a programação para ser usado para algumas tarefas do comando da TV, funcionando assim como uma espécie de comando universal para a apagar ou ligar a TV, mudar a fonte, aumentar e diminuir o som e ativar o “mute”.

 

{gallery.start}{gallery.end}

 

Benchmark

Como é usual nos dispositivos Android que testamos aqui na Wintech, voltámos a por a prova o equipamento com os habituais testes de Benchmark que, mais uma vez, ficou a cargo do software Antutu.

Durante alguns minutos, o Antutu testou o equipamento nos mais variados cenários multimédia com o objetivo de gerar uma pontuação que ajudasse a classificar o equipamento NexBox. Neste caso, o NexBox obteve o resultado de 33425 pontos, uma classificação que não surpreende visto que está longe de ser um “suprassumo” no que diz respeito a processadores, memória RAM e GPU’s, ainda assim não deixa de ser um resultado bastante satisfatório.

 

 

Conclusão

NexBox A95X é um equipamento muito interessante, tanto pelo preço apresenta (aproximadamente 45€) como pelo numero de opções de ligação e utilização que oferece. Gostámos particularmente do design extremamente compacto e inclui tudo aquilo que se procura neste tipo de solução.  

Se pretender adquirir um equipamento deste género para conseguir assistir a conteúdos multimédia via streaming, aconselhamos que tente usá-lo através de uma ligação de cabo, nem que tenha de adquirir, adicionalmente, um kit de rede PowerLine (como os da devolo, também já analisados na Wintech) , uma das soluções mais eficazes para ligar por cabo (ou Wi-Fi), pois os resultados são, francamente, melhores do que quando se liga apenas por rede sem fios Wi-Fi.

 Em jeito de nota final, destacamos o facto de existir uma campanha de desconto de 5% até ao próximo dia 30 de outubro e que pode aproveitar inserindo no site TomTop o cupão TVBOXX5.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 2800 vezes Modificado em Out. 28, 2016

Deixe um comentário

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico.

O nome Wintech surge com o objetivo de apresentar conteúdos relacionados com o Windows (Win) e também com tecnologia (tech).

Ultimos comentários

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top