A noticia foi publicada pelo New York Times, e indica que o Facebook terá partilhado quantidades substanciais de dados de utilizadores com diversos fabricantes de dispositivos móveis como é o caso das conhecidas Apple, Microsoft, Samsung e BlackBerry.

Segundo o popular jornal norte-americano, a rede social terá feito parcerias ao longo de 10 anos para que fosse possível integrar funcionalidades do Facebook em sistemas operativos sem ser necessário o uso de uma app. Porém, para que funcionassem, o Facebook terá dado a pelo menos 60 fabricantes de dispositivos acesso a dados de utilizadores através de APIs privadas.

O New York Times sugere que o nível de acesso concedido levanta questões sobre o cumprimento da legislação de privacidade instaurada pela Comissão Federal de Comércio (FTC), a organização independente norte-americana da proteção dos consumidores e da prevenção contra práticas nocivas nos mercados.

A defesa apresentada pela rede social assenta na ideia de que se trataram de acordos necessários, e de que era permitido aos utilizadores concederem que os seus dados fossem partilhados (ou não). Mas como o próprio Times nota, é uma situação semelhante à do escândalo da Cambridge Analytica, que revelou como as regras de privacidade do Facebook puderam ser exploradas.

No entanto, a questão Cambridge também revelou que o ecossistema digital de hoje em dia é construído através da informação pessoal, e como é fácil para certas empresas levar utilizadores a confundir consentimento com compreensão de tudo o que está em jogo.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 122 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico.

O nome Wintech surge com o objetivo de apresentar conteúdos relacionados com o Windows (Win) e também com tecnologia (tech).

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top