A Check Point® Software Technologies Ltd., o maior fabricante mundial especializado em cibersegurança, revela que, segundo o seu último Índice de Impacto Global de Ameaças, os criptojackers afetaram 42% das empresas de todo o mundo durante o mês de fevereiro de 2018.

Os investigadores da Check Point descobriram três variantes diferentes de malware deste tipo no seu ranking das 10 Ameaças que mais afetaram as empresas durante o mês em análise. O Coinhive manteve o primeiro lugar, afetando uma em cada cinco empresas de todo o mundo. O Cryptoloot subiu para o segundo lugar, depois de ter mais do que duplicado o seu impacto global de 7% em janeiro para 16% em fevereiro. Por último, o exploit kit Rig Ek em terceiro lugar, com um impacto global de 15% de todas as organizações.

Maya Horowitz, diretora do grupo de inteligência de ameaças da Check Point, explica: "Nos últimos quatro meses, a presença do criptojacking continuou a crescer. Este tipo de ameaças persistentes não só abranda os computadores e servidores da empresa, como também leva a que estes equipamentos – uma vez entrados estes agentes nas redes – sejam utilizados para levar a cabo outros atos maliciosos. Portanto, é mais importante do que nunca que as empresas tenham uma estratégia de cibersegurança multicamada, que proteja tanto contra as famílias de malware conhecidas como contra as novas ameaças".

Top 3 do malware em Portugal durante o mês de fevereiro de 2018

 

  1. RoughTed – Malvertising de grande escala utilizado para lançar vários websites maliciosos e por em marcha scams, adware, exploit kits e ransomware. Pode ser utilizado também para atacar qualquer tipo de plataforma e sistema operativo e conta com funcionalidades que evitam que deixe rasto ou seja bloqueado, garantindo assim que o ataque é bem-sucedido.
  2. Cryptoloot – Malware de cripto mineração, que usa os recursos da CPU ou GPU da vítima para fazer mineração de criptomoeda – adicionando transações à blockchain. É um concorrente do Coinhive, e tenta ultrapassar esta ameaça pedindo percentagens de receitas mais pequenas aos websites.
  3. Coinhive – Criptojacker desenhado para minerar online a criptomoeda Monero. É ativado quando um utilizador visita uma página web. O JavaScript implantado utiliza muitos dos recursos do computador da vítima para minar moedas, o que afeta gravemente o rendimento do sistema

 

Top 3 do malware móvel mundial

 

  1. Triada – Backdoor modular para Android. Confere privilégios de superutilizador para descarregar malware.
  2. Lokibot – Trojan bancário para Android que rouba informação. Pode tornar-se num ransomware que bloqueia o telemóvel.
  3. Hiddad – Malware para Android que reempacota aplicações legítimas e publica-as numa loja de terceiros.

 

O mapa que se segue mostra o índice de risco global (verde - baixo risco, vermelho - alto risco, branco - dados insuficientes), mostrando as zonas com mais perigo e os pontos quentes do malware em todo o mundo.

 

O Índice de Impacto Global de Ameaças da Check Point e o Mapa Mundial de Ciberameaças ThreatCloud alimentam-se de informação proveniente da Check Point ThreatCloudTM, a maior rede colaborativa de luta contra o cibercrime, que oferece informação e tendências sobre ciberataques através de uma rede global de sensores de ameaças. A base de dados inclui 250 milhões de endereços que são analisados para descobrir bots, cerca de 11 milhões de assinaturas e 5,5 milhões de websites infetados. Além disso, identifica milhões de tipos de malware todos os dias.

Pode consultar a lista completa das principais 10 famílias de malware em fevereiro no blogue da Check Point.

Classifique este item
(0 votos)
Ler 360 vezes
Tagged em

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico.

O nome Wintech surge com o objetivo de apresentar conteúdos relacionados com o Windows (Win) e também com tecnologia (tech).

Wintech TV

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top

Usamos cookies para lhe dar a melhor experiência online. Ao usar o nosso website, está a concordar com o uso dos nossos cookies em concordância com a nossa política de privacidade.