De acordo com investigadores da Kaspersky Lab, o zero day, CVE-2017-11292, foi identificado num ataque ao vivo, pelo que se aconselha todas as empresas e organizações governamentais a instalar a atualização da Adobe de imediato.

Os investigadores acreditam que o grupo por trás do ataque é também responsável pelo CVE-2017-8759, outro zero day encontrado em setembro – e desconfiam que o hacker envolvido é o BlackOasis, que a Equipa Global de Investigação e Análise da Kaspersky Lab começou a seguir em 2016.

Em resposta ao aumento do número de ameaças da indústria de automóveis conectados e autónomos, a Kaspersky Lab e a empresa alemã AVL Software & Functions GmbH apresentaram a Secure Communication Unit (SCU) na última edição do New Mobility World / IAA 2017 que decorreu em Frankfurt durante o mês de setembro. O protótipo da solução de segurança demonstrou as possibilidades de comunicação à prova de interferências entre os componentes do veículo, o automóvel conectado e a sua infraestrutura de comunicação externa, que fazem com que seja logo à partida.

Durante os primeiros seis meses do ano, os produtos da Kaspersky Lab bloquearam tentativas de ataque em 37.6% de várias dezenas de milhares de computadores ICS, protegendo-os na sua totalidade. Este número quase não sofreu alterações em comparação com o semestre anterior – é apenas 1.6 pontos percentuais menor que o segundo semestre de 2016. A maioria dos ataques ocorreu em empresas de produção de materiais, equipamentos e bens. Outras indústrias mais afetadas incluem a engenharia, educação e alimentar. Computadores ICS de empresas energéticas representam quase 5% de todos os ataques.

Como já demostraram vários estudos, as casas “inteligentes”, os carros “inteligentes” e as cidades “inteligentes” não trazem apenas benefícios para o dia-a-dia do indivíduo, representam também, uma ameaça para a sua segurança. O auge tecnológico na medicina não só implicou a transição de instituições de saúde para sistemas de processamento de informação, mas também originou a criação de novos tipos de equipamentos médicos e dispositivos pessoais com capacidade de interagir com os sistemas e redes clássicas. Isto significa que, as ameaças tradicionais podem também alcançar os sistemas de saúde, de acordo com o relatório da Kaspersky Lab.

A Kaspersky Lab apresentou a sua nova geração da Kaspersky Private Security Network, uma versão privada da Kaspersky Security Network que permite que as empresas aumentem a velocidade de deteção, acedendo em tempo real à rede mundial de informação sobre ameaças, equipada com mais de 80 milhões de sensores, mas sem a necessidade de partilhar os dados fora da rede da empresa.

A Kaspersky anunciou esta semana em Madrid, a disponibilidade no mercado nacional das novas versões dos seus produtos de segurança para cada dispositivo doméstico: telemóveis, computadores, tablets e Macs.

O ataque do ransomware WannaCry afetou mais de 200 000 computadores em todo o mundo, resultando no pânico geral e em hackers a tirar proveito da situação quase de forma instantânea.

Instagram divulgou ontem que vários hackers têm explorado um bug no Instagram que lhes permite obter as credenciais de utilizadores, incluindo de celebridades.

A Wireless Application Protocol (WAP) billing tem sido utilizada por operadores de redes móveis para pagamentos e subscrições há vários anos.

Em apenas três meses, os produtos da Kaspersky Lab bloquearam mais de cinco milhões de ataques que envolveram exploits.

Pág. 1 de 3

Sobre nós

Nascida em 2002, a Wintech é uma pagina web que reúne informações sobre tecnologia. Apresenta regularmente guias, análises, reportagens e artigos especiais de tudo o que rodeia o mundo tecnológico.

O nome Wintech surge com o objetivo de apresentar conteúdos relacionados com o Windows (Win) e também com tecnologia (tech).

Newsletter

Receba as notícias no seu e-mail

Top