Google+
Wintech Reviews
FEV 04
WINTECH REVIEW
Análise: Asus Eee PC SeaShell 1005HA
por João Fernandes
 O segmento de netbooks foi ao longo dos últimos meses um dos que apresentou maiores taxas de crescimento. Esta crescente procura fez com que muitos fabricantes lançasse mais e melhores computadores.

Quando se fala em netbook, associamos desde logo algumas palavras: a leveza, o tamanho e, não menos importante, a autonomia. É precisamente nestas palavras-chave que se enquadra o netbook da Asus que hoje vamos apresentar.

A WinTech teve o privilégio de ter recebido da Asus Portugal um dos melhores netbooks que existem no mercado, o Asus Eee PC Seashell 1005 HA.
O Asus Eee PC Seashell 1005HA é um pequeno computador equipado com um processador ATOM N280, 1 GB de memória DDR2 (expansível até 2 Gb, apesar de possuir apenas um Slot para memória), disco rígido de 160 GB, ecrã de 10,1 polegadas. Em relação ao seu aspecto exterior, este modelo da Asus apresenta um acabamento, chamado, preto piano, que têm um grande contra, na nossa opinião, o facto de deixar visível todas as marcas de mãos que passam pelo computador. Nas ligações exteriores destacamos a porta VGA, que não surgia nas versões anteriores da gama SeaShell. Para além desta particularidade, o computador possui ainda três portas USB, placa de rede 10/100Mbps, entrada de microfone, saída de auscultadores e, para finalizar, um leitor de cartões.





Quando abrimos o Seashell 1005HA, deparamo-nos com um teclado de dimensões "normais", ou seja, o aspecto é em tudo semelhante ao que podemos encontrar num computador portátil com área de visualização maior. Este tamanho, invejável para alguns utilizadores de netbooks, só é possível graças à "engenharia" da Asus que conseguiu aproveitar toda a área útil da superfície do computador.

   Em relação ao "touchpad"podemos dizer que, tal como o teclado, foi muito bem conseguido. A suavidade de utilização alia-se a uma área de toque também ela semelhante ao que podemos encontrar num computador portátil de maiores dimensões.


Um dos factores a favor neste portátil, quanto a nós, é o facto de já apresentar o Windows 7, ainda que na versão Starter, como sistema operativo, substituindo o Windows XP (RIP) que ainda surge em alguns modelos de netbooks.

A primeira vez que ligamos o Asus Eee PC Seashell somos convidados a finalizar a instalação do sistema operativo. Nesta primeira instalação podemos escolher se pretendemos o sistema operativo em Inglês ou em Português.

Esta instalação torna-se penosa, pois demorou imenso tempo a ser concluída, perto de uma hora sensivelmente. Esta demora deve-se à quantidade de software que o Asus inclui pré-instalado. Deste software destaque para além do Windows 7, do Microsoft Office 2007 (Trial de 60 Dias), Microsoft Works, Trend Micro Internet Security (Trial de 60 Dias).


Após a instalação de todo o software e de devidamente configurado o hardware, o netbook está finalmente pronto a funcionar. A velocidade de inicialização é de facto surpreendente, pois consegue inicializar-se em poucos mais de 30 segundos. Impressionante!

Em relação ao ecrã achamos que dispõe de uma excelente qualidade de imagem, um brilho adequado e que possui um bom ângulo de visão.
A webcam, de 1,3 MP, permite uma boa qualidade de imagem para a vídeo-conferência. O microfone também ele de uma boa qualidade está situado ao lado da webcam.

A bateria, de seis células, encaixa-se perfeitamente no design do computador, não fica saliente e desenquadrada como em determinados modelos. Ainda no que diz respeito à bateria e à sua autonomia, estamos perante um netbook fantástico. A autonomia chega às 6 ou 7 horas de uso sem grandes problemas quando usado o software fornecido pela Asus e o Windows 7.

Se nos focarmos na temperatura, chegamos a um dos pontos que mais penaliza estes netbooks. Existem muitos modelos no mercado que pecam por aquecerem demais ao fim de algumas horas. Devido aos seus reduzidos equipamentos de refrigeração, os netbooks quando sujeitos a longos períodos de utilização tendem a aquecer demais. No entanto a Asus conseguiu resolver este problema e o aquecimento mal se nota. Mesmo quando sujeito a longos períodos de utilização a base deste portátil mantém-se fresca sem que sejamos “acordados” pelo disparar de ventoinhas de arrefecimento.

 Para concluir esta análise, resta dizer que este Eee PC da Asus é de facto um excelente produto, ao qual a marca têm dedicado particular atenção. Dizemos isto porque, a titulo de exemplo, a Asus lançou em pouco mais de seis meses três actualizações à Bios para corrigir pequenas falhas no produto. A resistência dos materiais usados faz deste netbook uma excelente compra para utilização de forma diária e no exterior. A sua superfície, apesar de espelhada, é resistente não risca com facilidade e os plásticos de excelente qualidade contribuem para um uso sem receios de quebras. Os restantes pontos fortes deste equipamento já foram realçados ao longo desta análise.

Positivo
+ Design
+ Autonomia
+ Software

Negativo
- Nada a apontar

 HomePage : ASUS
{mosgoogle}

Comentários

comments powered by Disqus
Newsletter
Newsletter